Qualificar, Valorizar e Formar

75
visualizações

O For-Mar, Centro de Formação Profissional das Pescas e do Mar, criado em 2008, tem como principal atribuição a promoção de actividades de formação profissional com o objectivo de valorizar os recursos humanos dos sectores ligados às actividades marítimas. Implantado ao longo da costa continental portuguesa com doze polos de formação nomeadamente Viana do Castelo, Póvoa de Varzim/Vila do Conde, Matosinhos, Ílhavo, Figueira da Foz, Nazaré, Peniche, Lisboa, Sesimbra, Setúbal, Portimão e Olhão, oferece formação profissional aos profissionais e candidatos às profissões dos sectores da pesca, aquicultura, indústria transformadora de pescas, transportes marítimos e fluviais, actividade portuária, actividades marítimo-turísticas e de recreio náutico e actividades conexas e da segurança marítima.

- Pub -

Qualificar, valorizar e formar são as palavras-chave que definem a actividade do For-Mar que assegura a realização de formação profissional necessária à qualificação, reconversão profissional, aperfeiçoamento e progressão nas carreiras dos profissionais marítimos bem como dos outros profissionais dos sectores que integram o âmbito da sua actividade.

O For-Mar assegura também a avaliação e certificação da aptidão profissional decorrente da frequência de cursos ou prestação de provas de exame, bem como procede ao reconhecimento, validação e certificação de competências profissionais adquiridas.

Para além disso, o Centro de Formação Profissional das Pescas e do Mar, promove a formação e avaliação de competências específicas do exercício da actividade marítima legalmente requeridas a nível nacional e internacional e formação STCW (Standarts of Training Certification and Watchkeeping for Seafarers).

Certificado ao abrigo da norma ISSO 9001:2015, cujo âmbito do seu Sistema de Gestão da Qualidade é a realização de acções de formação e provas de aptidão profissional, o For-Mar desenvolve também a sua actividade formativa noutras localidades onde não existem polos de formação e estende ainda a sua colaboração às regiões autónomas da Madeira e dos Açores.

Comentários

- Pub -