Politécnico de Setúbal esclarece mitos e verdades da ciência nas escolas do Barreiro

24
visualizações

O Instituto Politécnico de Setúbal leva ciências experimentais às escolas do Barreiro em parceria com a Câmara Municipal, no sentido de promover o sucesso escolar

 

- Pub -

 

A ciência está de visita às escolas do concelho do Barreiro, pelas mãos de docentes da Escola Superior de Tecnologia do Barreiro do Instituto Politécnico de Setúbal (ESTBarreiro/IPS), no âmbito de um projeto promovido pela Câmara Municipal do Barreiro (CMB), que visa promover o sucesso escolar e o interesse pela ciência e tecnologia.

A primeira acção da parceria decorreu na Escola Básica Cidade Sol, conduzida pela docente Natália Osório, que ensinou aos alunos dos 3º e 4º anos como se produz manteiga, apenas com recurso a natas pasteurizadas, gelo e sal fino. Uma experiência simples, ao alcance de todos, que teve como objectivo ensinar de onde vem o leite e quais os seus constituintes, para além de todo o processo de produção, em trabalho de equipa.

As sessões destinadas às escolas do 1º ciclo, com a designação “A Ciência vai à Escola”, decorrerão até ao final do ano lectivo 2018/2019. Ao longo dos próximos dois anos lectivos, também serão abordados, outros temas da Tecnologia Alimentar e áreas científicas em actividades experimentais igualmente educativas e lúdicas.

Paralelamente às sessões “A Ciência vai à Escola” está também a decorrer o conjunto de acções “A Escola é feita de Ciência”, destinadas aos alunos do 3º ciclo e ensino secundário, com enfoque no cultivo as aplicações das microalgas.

Ambas as acções são co-financiadas por fundos europeus, no quadro do Programa Operacional Regional de Lisboa do Portugal2020, e visam colmatar algumas lacunas sentidas pelos professores de ciências experimentais, nomeadamente no que respeita a conhecimentos e práticas e a materiais e equipamentos de laboratório.

Comentários

- Pub -