Alunos da Lima de Freitas reflectem sobre futuro do turismo

32
visualizações

Alunos, representantes de unidades hoteleiras e de entidades nacionais de certificação e formação profissional uniram vozes na Escola Lima de Freitas para debater futuro e sustentabilidade do turismo em Setúbal

 

- Pub -

 

 

Os alunos do Curso Profissional de Recepção Hoteleira do Agrupamento de Escolas Lima de Freitas organizaram um seminário dedicado ao debate sobre a formação de profissionais na área do turismo, como factor chave para a sustentabilidade desta actividade económica em Setúbal, tendo ainda como enfoque as altas taxas de empregabilidade.

Um evento que contou a presença de 350 participantes, entre os quais alunos de turismo das escolas Profissional de Setúbal, Hotelaria e Turismo de Setúbal, D. Manuel Martins, Ordem de Santiago e Instituto de Emprego e Formação Profissional de Setúbal.

Para além dos alunos que marcaram o debate sobre a sustentabilidade do turismo, o evento contou ainda com a presença de representantes do Luna Esperança Centro Hotel Setúbal, Montado Hotel & Golf Resort, Hotel A Seleção, Meliã Setúbal e Hotel Vila Park – Vila Nova de Santo André – Santiago do Cacém. Profissionais da área da hotelaria que vincaram a importância de formar profissionais de topo para uma prestação de serviços com qualidade diferenciada no turismo.

O professor Fernando Machado, da Escola Lima de Freitas, membro integrante da organização deste evento, apresentou uma palestra com enfoque nos alunos do curso de Receção Hoteleira da Escola Lima de Freitas, cuja taxa de empregabilidade se situa nos 85%.

O subdirector da escola, João Costa, destacou a importância dos cursos profissionais na formação dos jovens. Enquanto Rui Canas, presidente da União das Freguesias de Setúbal discursou tendo como foco o tema “Setúbal como cidade de enorme potencial turístico”. No decorrer do evento, a Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP), enquanto entidade oficial presente, apresentou a Escola Lima de Freitas como pioneira no processo de desenvolvimento do potencial turístico de Setúbal. No seguimento desta temática a QUERCUS – Associação Nacional de Conservação da Natureza, abordou a importância de um turismo sustentado.

 

Unidades hoteleiras defendem formação profissional de qualidade

 

Destacando a necessidade de existirem profissionais com formação adequada às exigências do turismo, do mercado e da sustentabilidade futura, algumas unidades hoteleiras da região participaram neste debate.

O Hotel Club D’Azeitão destacou a necessidade de haver “profissionais de qualidade e em quantidade”. Já os representantes do Rio Art Hotel destacaram o “conceito novo de hotel na cidade de Setúbal”, representado por esta unidade, assim como “a qualidade dos formandos da escola Lima de Freitas”.

O Pestana Alentejo realizou uma abordagem à importância do Grupo Pestana e da sua aposta na formação de qualidade, reflectindo sobre “as novas competências que um Rececionista deve ter na sua formação”.

Comentários

- Pub -