Benchmarking em enoturismo chega a Grândola

43
visualizações

O concelho de Grândola acolheu o segundo dia da primeira acção a nível nacional de Benchmarking em enoturismo, iniciativa promovida pela Associação das Rotas de Vinhos de Portugal (ARVP) e pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV). A acção passou na última quinta-feira pelo concelho do litoral alentejano, depois de um primeiro dia cumprido nos concelhos de Palmela e Setúbal.

- Pub -

O Benchmarking em enoturismo tem como objectivo “trabalhar as rotas de vinhos de uma forma integrada e em rede e culminará com o levantamento de toda a oferta enoturística de Portugal, envolvendo produtores, quintas e adegas, museus do vinho, alojamento, restauração, postos de atendimento ao turista, comércio, bem como toda a oferta complementar”, explica a Câmara de Grândola, um dos vários municípios que apoiam a iniciativa.

Carina Batista, vereadora responsável pelo pelouro do Turismo na autarquia grandolense, realça a importância da acção, lembrando que “o setor vitivinícola tem vindo a crescer no concelho, nos últimos anos, com a concretização de vários investimentos”. Reconhece a mais-valia que o enoturismo representa para o desenvolvimento do território e assume como é “determinante o trabalho em rede, designadamente a partilha de conhecimentos e boas práticas, entre os vários agentes do sector”.

O Benchmarking em enoturismo na região vitivinícola da Península de Setúbal teve lugar durante dois dias, o primeiro dedicado aos concelhos de Palmela e Setúbal e o segundo a Grândola. No concleho do litoral alentejano, a iniciativa contemplou visitas à Adega da Herdade Canal Caveira, ao Enoturismo A Serenada, terminando com uma reunião de trabalho dos grupos e apresentação das conclusões na Casa Mostra de Produtos Endógenos de Grândola.

A iniciativa conta ainda com os apoios das Entidades de Tcurismo, Rotas de Vinho, CCDR’s, Grupos de Acção Local, Direções Regionais de Agricultura, Museus do Vinho e empresas.

Comentários

- Pub -