AMRS defende alteração da lei de combate à violência nos espectáculos desportivos

19
visualizações

Associação já iniciou ciclo de audiências com grupos parlamentares de PS e PSD

A Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS) iniciou, na passada quarta-feira, um ciclo de audiências com os vários grupos parlamentares da Assembleia da República, tendo por objectivo a avaliação da aplicação da lei de combate à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espectáculos desportivos. Primeiras reuniões foram realizadas com os grupos parlamentares de PS e PSD.

- Pub -

“É convicção desta associação de municípios que o alargamento do entendimento que se tem vindo a fazer do enquadramento legal supracitado a pequenos clubes, associações desportivas de carácter popular, autarquias e até a recintos desportivos escolares, lesa de forma profunda a condição da prática desportiva alargada a toda a população, pela qual pugnamos, enquanto contributo para o desenvolvimento humano”, justifica a AMRS, que defende defende uma avaliação que permita introduzir algumas alterações na lei.

A associação considera que os espectáculos desportivos estão em risco e reforça que são necessárias alterações na lei.

“É com profunda preocupação, dadas as condições de subsistência de grande parte das associações de base popular, temendo pela continuidade dos espectáculos desportivos, que a AMRS considera ser necessário avaliar a aplicação da lei, que trata como iguais fenómenos que não o são, adequando-a à realidade associativa de carácter local ou regional e promovendo as necessárias alterações ou instrumentos legislativos próprios que se conformem com as capacidades das estruturas associativas e municipais”, remata.

Comentários

- Pub -