Comandante dos bombeiros lembra aeroporto e apela a mais apoios em dia de aniversário

30
visualizações

Américo Moreira fez balanço da actividade da corporação desde a construção da Ponte Vasco da Gama e sublinhou a Eduardo Cabrita que são necessárias novas viaturas e uma Equipa de Intervenção Permanente

 

- Pub -

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, presidiu à sessão solene de comemoração do 110.º aniversário dos Bombeiros Voluntários do Montijo e ouviu o comandante da corporação, Américo Moreira, fazer um balanço da actividade realizada desde a inauguração da Ponte Vasco da Gama, em 1998, até aos dias de hoje, e ao mesmo tempo um apelo a um reforço do investimento da tutela na protecção civil face à chegada do novo aeroporto à Base Aérea n.º 6.

“Em 1998, realizámos um total de 9 762 serviços, tendo nove bombeiros assalariados. Passados 20 anos, em 2018, realizámos um total de 18 500 serviços, tendo um total de 46 bombeiros assalariados, dos quais 20 estão adstritos ao socorro 24 horas sob 24 horas, totalmente suportados pela associação”, enumerou Américo Moreira, justificando o aumento da actividade com o aumento da população no concelho, muito fruto da construção da segunda travessia sobre o Tejo. O comandante dos bombeiros aproveitou a ocasião para lembrar também a chegada da nova infra-estrutura aeroportuária ao Montijo e deixou um apelo ao governante e ao presidente da Câmara Municipal, Nuno Canta.

“A construção do aeroporto no Montijo constitui um motivo de orgulho para o nosso concelho, pois será uma mais-valia para todos nós. Contudo, a vinda do mesmo traduz-se numa maior responsabilidade para o nosso corpo de bombeiros, pelo que seria muito importante a atribuição de uma Equipa de Intervenção Permanente para aumentar a nossa capacidade de resposta”, observou, salientando de seguida outras necessidades da corporação. “Temos a necessidade de renovar e reforçar o nosso parque de viaturas, pois temos algumas com mais de 20 anos, o que nos traz mais dificuldades , pelo que deixo o apelo a todas as entidades para nos ajudarem nessa renovação”, acrescentou.

Ao apelo de Américo Moreira, juntou-se um outro feito pelo presidente da Associação dos Bombeiros Voluntários do Montijo, Amável Pires. O responsável pela direcção da associação solicitou à tutela, através do ministro, o apoio necessário que permita concretizar o projecto de ampliação do quartel da unidade.

 

Eduardo Cabrita realça papel dos bombeiros

 

Os apelos pareceram entroncar no discurso do ministro, que salientou que o futuro da protecção civil acarreta “desafios complexos”, sendo necessário “dar prioridade à prevenção, à qualificação técnica e especializada e ao profissionalismo”.

Eduardo Cabrita admitiu que os bombeiros são o principal pilar na referida área de intervenção e apontou à importância da interligação entre as forças de segurança. “No novo modelo de protecção civil é necessário interligar todas as forças. Os bombeiros voluntários são a coluna vertebral do nosso sistema e, por isso, terão cada vez mais uma palavra a dizer naquilo que é o futuro da protecção civil, no respeito pela sua autonomia de organização e no respeito pelo seu modelo de comando”, disse.

Já Nuno Canta realçou o trabalho desenvolvido pela autarquia. “No Montijo temos feito da protecção civil um movimento de aproximação aos problemas das pessoas e, por isso, fomos construindo com os nossos bombeiros, ao longo dos últimos anos, uma resposta de socorro e de emergência, cada vez mais, qualificada, criando uma corrente de cumplicidades assente no princípio da solidariedade institucional”, sublinhou.

 

Distinções e baptismo de nova ambulância

Durante as comemorações foram distinguidos com medalhas, alusivas aos anos de serviço na corporação, seis bombeiros pelos 15 anos de ligação à unidade, dois por 10 anos e outros seis que atingiram cinco anos. O comandante, Américo Moreira, e o sub-comandante, Luís Silva, receberam a Medalha de Abnegação e Altruísmo Grau Ouro. Foram ainda condecoradas pelos bombeiros várias outras entidades e empresas que colaboram assiduamente com a corporação.

A ocasião ficou ainda marcada pelo baptismo de uma nova ambulância de transporte de doentes, que foi adquirida com o apoio financeiro da Câmara Municipal do Montijo.

Comentários

- Pub -