À descoberta do carismático poeta Calafate

15
visualizações

O bicentenário do poeta Calafate vai decorrer durante todo o ano de 2019, com várias expressões de arte e mostras a relembrarem o homem do povo que rimou e cantou a sua cidade

 

- Pub -

O poeta popular setubalense António Maria Eusébio, também conhecido por Calafate, foi relembrado na Casa da Baía numa conferência onde interveio João Reis Ribeiro que abordou questões biográficas que contribuíram para a construção da identidade do poeta.

Mais de meia centena de pessoas recebera a intervenção do professor, investigador e mestre em estudos portugueses sobre o tema “António Maria Eusébio, o Calafate. Vida e Obra”.

João Reis Ribeiro chamou a atenção para o que se pode “conseguir saber da vida de Calafate através do que ele escreveu”. Na sua intervenção referiu-se ainda às condições de vida de Setúbal no fim do século XIX e princípio do século XX, e a sua história social e política.

Parte do conhecimento sobre Calafate, foram conseguidas pelo investigador através de obras literárias e informações retiradas de recortes publicados na imprensa, para além de homenagens realizadas na cidade. “E importante conhecer a obra de Calafate, enternecedora, elucidativa e muito rica na totalidade”, comentou.

António Maria Eusébio, calafate de profissão, foi um carismático autor popular que, embora simples e iletrado, relatou em poemas e cantigas a evolução do burgo setubalense A publicação da sua obra é datada a partir de 1901, embora a primeira referência ao poeta na imprensa seja de 1868.

“Escrevia poemas e cantava fado com letras escritas por ele. Não escrevia, ditava. Nos registos encontramos indicações sobre quem escrevia: o chapeleiro Duarte Mendes e outro homem, empregado de balcão numa mercearia, do qual não há nome registado”, lembrou João Reis Ribeiro.

A conferência foi organizada pelo Rotary Club de Setúbal no âmbito das Comemorações do Bicentenário do Nascimento de António Maria Eusébio (1819-1911). Durante todo este ano serão realizadas exposições, actuações musicais, conferências, apresentação de livros, actividades de poesia e performances cénicas.

Comentários

- Pub -