Vitória: Cinco jogadores poupados no arranque da operação Sporting

14
visualizações

Mikel Agu, Rúben Micael, Alex Freitas, Berto e Allef não integraram treino de conjunto por precaução

 

- Pub -

 

Depois de dois dias de folga, Lito Vidigal, treinador do Vitória FC, deu ontem início, no Estádio do Bonfim, à preparação da partida de quarta-feira, 21:15 horas, diante do Sporting, a contar para a 19.ª jornada da I Liga. No regresso ao trabalho, depois da derrota de domingo, por 2-1, no reduto do Aves, cinco jogadores – os médios Mikel Agu e Rúben Micael e os avançados Alex Freitas, Berto e Allef – foram poupados.

Apesar de as suas condições físicas não inspirarem cuidados, o quintento não participou por precaução na sessão de trabalho colectiva às ordens do técnico Lito VIdigal. Ao contrário dos colegas que trabalharam no relvado do estádio, os jogadores que estão a recuperar de mazelas fizeram tratamento com os responsáveis clínicos e trabalho de recuperação no ginásio.

Ao invés de Mikel Agu, Rúben Micael, Alex Freitas, Berto e Allef, jogadores que deverão estar aptos a dar o seu contributo ao Vitória na recepção ao conjunto leonino, são já certas as ausências de outros atletas devido a castigo. Nesta condição estão três elementos que tiveram presença assídua no onze titular nas últimas jornadas do campeonato.

Além do defesa Gustavo Cascardo (expulso na ronda anterior com o Aves), os médios José Semedo e Éber Bessa, respectivamente, segundo e terceiro jogadores com mais minutos pelos sadinos no campeonato [n.d.r.: só o capitão Vasco Fernandes foi mais utilizado], vão falhar a próxima partida por terem completado uma série de cinco cartões amarelos em Vila das Aves.

Para colmatar as ausências no meio-campo, André Pedrosa e Nuno Valente perfilam-se como hipóteses para substituir José Semedo, enquanto Rúben Micael pode desempenhar as funções de médio ofensivo de Éber Bessa. Na posição de lateral-direito, Mano é o substituto provável de Cascardo, mas o reforço Sílvio também está na corrida pelo lugar.

Sandro é embaixador da Liga

Sandro Mendes, antigo capitão e actual director desportivo do Vitória, foi nomeado embaixador da Liga Portugal, sendo assim um dos representantes do novo projecto da Liga Portugal em que constam vários nomes de personalidades que fizeram história no futebol nacional.

O antigo médio, que nasceu em Setúbal há 41 anos, tem no seu currículo a conquista de uma Taça de Portugal (2004/05) e uma Taça da Liga (2007/08). Além dos títulos conquistados, Sandro alinhou durante 12 temporadas no clube onde fez a sua formação, ao serviço do qual realizou 325 jogos.

Entre outros embaixadores nomeados constam nomes de relevo do futebol nacional, casos de Nuno Gomes, Paulo Futre, Alan, Deco, Helton, João Pinto, Hélder Postiga, Vítor Baía e Luisão e ainda Manuel Fernandes, Chaínho e Ricardo que também já representaram o Vitória.

Fernando Pedrosa premiado na Gala do Desporto

Entretanto, Fernando Pedrosa, antigo presidente do Vitória em vários mandatos entre as décadas de 1960, e 1990, é hoje laureado com o “Prémio Carreira” na 3.ª Gala do Desporto, iniciativa organizada pela Câmara Municipal setubalense, que que decorre no Fórum Municipal Luísa Todi. O ex-dirigente é distinguido por ter contribuído de forma significativa para o desenvolvimento e visibilidade do desporto no concelho.

Na gala, cujo início está agendado para as 21 horas, estão também nomeadas personalidades ligadas às modalidades do Vitória FC que se destacaram ao longo da época 2017/18. Os seis candidatos são: Domingos Diniz (categoria de treinador do ano), a equipa de ténis-de-mesa adaptado (categoria de melhor equipa) e o atleta José Vitorino (categoria de melhor atleta de desporto adaptado).  Na categoria de atleta esperança, o Vitória conta com três nomeações: Rui Praxedes, Inês Borba e Rui Domingos.

Comentários

- Pub -