Secundária Dom Manuel Martins assinala nascimento do seu patrono

92
visualizações

Alunos, professores e pais pegaram na bicicleta e, num gesto de solidariedade levaram alimentos ao Centro Social e Paroquial Dom Manuel Martins. Depois assistiram a relatos da vida daquele que ficou conhecido como “Bispo Vermelho”

 

- Pub -

A Escola Secundária Dom Manuel Martins comemorou a 20 de Janeiro o nascimento (1927) do seu patrono, que coincide com o Dia da Escola, com um com junto de actividades que decorreram entre a manhã e a parte da tarde.

 

O dia começou com a 2.ª Rota Solidária Dom Manuel Martins, que consiste num passeio de bicicleta em que cada um dos participantes contribuiu com um bem alimentar. A iniciativa foi organizada pelos professores de Educação Física da escola tendo o apoio de vários parceiros.

 

Com um número limitado a 100 participantes, incluindo alunos, professores e alguns encarregados de educação, o percurso de 19 quilómetros, com partida e chegada à escola, passou pelo Centro Social e Paroquial Dom Manuel Martins, para entrega dos bens recolhidos, e uma paragem técnica no Parque de Merendas do Moinho de Maré da Mourisca.

 

“O passeio de bicicleta tem um significado muito especial na comemoração do Dia da Escola. Remete para uma actividade desportiva que Dom Manuel Martins apreciava e que praticou ao longo da sua vida, andar de bicicleta e, por outro lado, a rota, pensada como passeio cicloturístico solidário, tem como objectivo, do ponto de vista da formação dos alunos, a sua participação activa numa campanha de solidariedade”, explica Clemência Funenga directora da Escola D. Manuel Martins que tem em exposição no seu átrio a última bicicleta daquele que foi Bispo de Setúbal entre 1975 e 1998.

 

Ainda durante a manhã, decorreu a visualização do documentário “Human” no auditório da escola e realizou-se um peddy-paper tendo como tema “Dom Manuel Martins e os direitos humanos”.

 

Ao início da tarde realizou-se a cerimónia do hastear da bandeira Eco-Escolas, onde estiveram alunos, professores, convidados e parceiros do clube Viva a Terra, uma cerimónia que em 2003 contou com a presença de Dom Manuel Martins, no hastear de uma das 17 bandeiras com que a escola já foi premiada. Seguiu-se uma apresentação dos projetos do clube Viva a Terra enquanto decorria um coffee break servido por alunos do curso de profissional de Restaurante-Bar.

 

Seguiu-se a palestra “Dom Manuel Martins, artífice dos direitos humanos”, por Guilherme d’Oliveira Martins, conhecedor da vida e obra do patrono da escola. “Foi uma comunicação notável e um despertar de consciências sobre a atenção e o cuidado de cada um e de todos em relação ao próximo, não separando as palavras da prática”, comenta a directora.

 

No átrio da escola foi montada a exposição de documentos, de cartões e mensagens que Dom Manuel Martins enviou à escola em diversas circunstâncias, e fotografias de momentos significativos da sua vida.

Comentários

- Pub -