Setúbal dá nome a navio da Marinha

186
visualizações

É o mais recente navio de patrulha oceânico que integra o quarteto de embarcações que vieram substituir as corvetas da Marinha com mais de 40 anos e ostenta o nome da capital do distrito. O NRP Setúbal foi ontem entregue à Marinha Portuguesa em cerimónia presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Armada, almirante António Mendes Calado, nos estaleiros da West Sea, em Viana do Castelo, perante uma guarnição de 44 elementos.

- Pub -

Este “é o quarto da classe ‘Viana do Castelo’, todos construídos em Portugal”, salienta a Marinha, que confirmou ainda que o NRP Setúbal irá ser submetido a uma bateria de testes, antes de entrar oficialmente ao serviço a partir de Fevereiro próximo.

O NRP Setúbal é assim o segundo de um quarteto de navios a apresentar denominação da região, já que vem juntar-se ao NRP Sines (entregue à Marinha em Julho último numa cerimónia presidida pelo primeiro-ministro António Costa), que com o NRP Viana do Castelo e o NRP Figueira da Foz completam o lote actualmente no activo.

“Estes navios vêm substituir as corvetas com mais de 40 anos”, explica a Marinha.

O NRP Setúbal é comandado pelo comandante Rui Zambujo Madeira, mergulhador de especialização, 42 anos, natural de Lisboa, tendo ingressado na Marinha em 1994. Ao longo da carreira já realizou diversas missões nacionais e internacionais.

Zambujo Madeira foi o último comandante do NRP Jacinto Cândido, navio que passou ao estado de desarmamento no passado dia 15 de Novembro.

Cada um destes quatro navios de patrulha custou 60 milhões de euros e demorou cerca de dois anos a construir.

Comentários

- Pub -