Vitória procura em Portimão o terceiro êxito fora de portas

6
visualizações

Depois dos triunfos obtidos nos redutos do Tondela (1-2) e Marítimo (0-1), o Vitória FC procura hoje, a partir das 19 horas, frente ao Portimonense somar o terceiro êxito na I Liga na qualidade de conjunto visitante. Na partida que inaugura a 13.ª jornada do campeonato, Lito Vidigal, após a derrota caseira com o Benfica (0-1), está determinado a regressar a Setúbal com os três pontos na bagagem.

- Pub -

Posicionada na oitava posição, com 17 pontos, a equipa sadina pretende já esta noite alcançar a barreira dos 20 pontos na prova. Caso esse desejo se torne realidade, os verdes e brancos, que seguem na classificação com mais três pontos que o Portimonense (têm 14 pontos e estão no 11.º posto), vão seguramente conseguir aumentar a distância para os últimos lugares da tabela.

Fora do Bonfim, onde o Vitória apenas perdeu nos estádios do Sporting e Sp. Braga (ambos por igual resultado, 2-1), o desempenho tem sido positivo. A atestá-lo está o facto de, além dos já mencionados êxitos sobre Tondela e Marítimo, os setubalenses terem imposto igualdades ao Belenenses (0-0) e V. Guimarães (1-1), emblemas que seguem à frente dos comandados de Lito Vidigal na classificação (7.º e 5.º, respectivamente).

A prestação do Vitória como conjunto forasteiro – dois triunfos, dois empates e duas derrotas em seis jornadas – ganha relevo quando comparado com temporadas anteriores em que o rendimento esteve muito abaixo do desejado. Senão vejamos: em 17 partidas fora de portas na época passada os sadinos venceram apenas uma vez (1-4 ao Aves com um inesquecível póquer de Edinho), empataram cinco e baquearam 11.

O mais curioso é o facto de 2017/18 não ter sido, na história recente, nada inédito, uma vez que outras épocas houve em que apenas por uma vez a equipa alcançou apenas uma vitória em todo o campeonato fora de casa como aconteceu em 2014/15, 2012/13 e 2008/09. Além de já terem feito melhor que nessas épocas, com apenas seis jogos realizados como visitantes em 2018/19, os comandados de Lito Vidigal já igualaram os dois triunfos nessa condição em todas as épocas de 2011/12 e 2009/10.

Caso conquistem hoje os três pontos em Portimão, e consequentemente o terceiro êxito como forasteiros, os sadinos igualam já, com sete partidas disputadas, as performances obtidas em 17 jornadas fora de 2016/17 e 2013/14, bem como nas 15 de 2010/11 e 2007/08, quando a equipa, então treinada por Carlos Carvalhal, terminou o campeonato na sexta posição, a melhor obtida no escalão principal no seculo XXI.

Por curiosidade, refira-se que nos últimos 10 anos, o treinador do Vitória que mais vezes ganhou fora de casa foi Quim Machado, em 2015/16, época em que os adeptos celebraram em recintos alheios. Académica (1-4), Moreirense (0-2), Belenenses (0-3) e Tondela (1-3) foram as vítimas nas jornadas 2, 8, 12 e 14, respectivamente. A boa prestação como visitantes na primeira volta da prova não evitou, após a viragem do campeonato, já depois das saídas dos influentes Rúben Semedo e Suk em Janeiro, que a equipa sofresse no final da prova para assegurar a permanência, que só foi alcançada na última jornada.

Regressando à actualidade, no duelo de hoje com o Portimonense, apenas o avançado Alex Freitas (lesionado), está impedido de dar o contributo à equipa, que se encontra desde ontem em terras algarvias. Antes da viagem realizada ontem de tarde, o plantel liderado por Lito Vidigal treinou no Estádio do Bonfim.

 

Guimarães e Benfica são os adversários

Sub-23 e juvenis jogam amanhã

A contar para a 17.ª jornada da Liga Revelação, os sub-23 do Vitória FC defrontam amanhã, pelas 11 horas, no Complexo Municipal de Atletismo do Vale da Rosa, o V. Guimarães. Mais tarde, pelas 15 horas, no campo do Complexo Municipal de Palmela, entram em acção os juvenis vitorianos, em partida da 2.ª jornada da 2.ª fase, série Sul, do Campeonato Nacional de Juvenis. Na ronda inaugural desta fase, os sadinos perderam (2-1) com o Belenenses, enquanto as águias golearam a U. Leiria (6-0).

Comentários

- Pub -