Calendário apertado não assusta Vitória

5
visualizações

O Vitória FC inicia sexta-feira em Portimão um ciclo em que vai realizar quatro partidas em duas semanas, ou seja, entre os dias 14 a 28 de Dezembro. Depois do duelo com o Portimonense, a contar para a 13.ª jornada da I Liga, os sadinos discutem, quatro dias depois (18 de Dezembro), com o Sp. Braga, no Estádio do Bonfim, a passagem aos quartos-de-final da Taça de Portugal.

- Pub -

Ainda antes do Natal, dia 22 (15:30 horas), o Vitória faz o segundo de três jogos consecutivos em Setúbal com os açorianos do Santa Clara, em confronto da 14.ª ronda do campeonato. Para cumprir calendário, uma vez que os comandos de Lito Vidigal já estão afastados da luta pela presenta na ‘final-four’ da Taça da Liga, a equipa fecha o ano de 2018 com nova recepção ao Braga, a 28 de Dezembro.

O curto intervalo entre os jogos vai obrigar a equipa de Lito Vidigal a trabalho suplementar, facto que não assusta os jogadores que compõem o plantel nem o timoneiro dos sadinos que já várias vezes afirmou que o calendário está definido desde a pré-época e compete às equipas gerirem da melhor forma os jogos que têm pela frente.

O primeiro obstáculo que os vitorianos vão enfrentar é o Portimonense, actual 11.º classificado da I Liga com 14 pontos, menos três que os setubalenses que seguem na oitava posição. Apesar de na terça-feira, a equipa ter um jogo de “tudo ou nada” com o Sp. Braga, em que só uma equipa vai no final poder continuar a sonhar com a Taça de Portugal, Lito Vidigal exige que o foco da sua equipa esteja, em exclusivo, no embate de sexta com os algarvios.

André Sousa recuperado

Mês e meio depois de se ter lesionado no joelho esquerdo, o lateral-esquerdo André Sousa, de 20 anos, volta a poder dar o contributo ao Vitória. O jovem, que no domingo recebeu o prémio golfinho verde atribuído pelas velhas glórias do clube na categoria jogador atual/revelação, já treina sem limitações às ordens de Lito Vidigal e pode sexta-feira ser oção diante do Portimonense.

Com seis jogos oficiais realizados na presente época (quatro na I LIga, um na Taça de Portugal e um na Taça da Liga), André Sousa, filho do histórico capitão e treinador do Vitória, Hélio, lesionou-se a 28 de Outubro ainda na primeira parte do duelo em Tondela, da oitava jornada do campeonato, que os verdes e brancos ganharam, por 2-1, naquele que foi o primeiro êxito na prova fora de portas.

Com a posição de defesa-esquerdo entregue desde então ao experiente Nuno Pinto, André Sousa tem agora o objectivo de recuperar a forma física e o ritmo de competição para voltar a ser chamado por Lito Vidigal. Depois de na temporada passada ter realizado 16 partidas oficiais sob o comando de José Couceiro, o esquerdino, apesar de estar há mês e meio longe dos relvados, já soma seis com o actual técnico.

Bilhete e autocarro por 17,50 euros

Os interessados em marcar presença no Estádio Municipal de Portimão podem inscrever-se na gestão de sócios do Bonfim. O clube informa que os ingressos para o jogo estão à venda por 12,50 euros e o autocarro tem um custo de cinco euros por pessoa. A partida está agendada para as 14 horas de sexta-feira (dia do jogo), em frente ao Bingo do Vitória.

À semelhança do que tem vindo a acontecer noutras ocasiões, os sadinos continuam a promover a aproximação do clube aos setubalenses através da realização de várias iniciativas. Nesse âmbito, ontem de manhã, alunos da Academia Luísa Todi visitaram ontem o Estádio do Bonfim e tiveram a oportunidade de ficar a conhecer mais sobre a história do Vitória.

 

 

Comentários

- Pub -