Vitória com motivação em alta para vencer clássico com Benfica

14
visualizações

Estádio do Bonfim é amanhã (20:30 horas) palco do embate entre sadinos e águias

 

- Pub -

Vitória FC e SL Benfica medem amanhã, a partir das 20:30 horas, forças no Estádio do Bonfim, em partida da 12.ª jornada da I Liga de futebol. É a 71.ª vez que os sadinos defrontam, como anfitriões, no escalão principal o conjunto lisboeta num duelo que é, há já muito tempo, um clássico do futebol português.

Com quatro triunfos nas últimas cinco jornadas realizadas no campeonato, os setubalenses, sétimo classificado com 17 pontos, atravessam o melhor momento da época e estão confiantes de que podem surpreender as águias, que ocupam o quarto posto com mais seis pontos que os verdes e brancos.

O Vitória vai amanhã fazer tudo para repetir o êxito de 30 de Janeiro de 2017, dia em que a equipa, então comandada por José Couceiro, bateu, no Estádio do Bonfim, os benfiquistas, por 1-0, graças ao golo de Zé Manuel, avançado que actualmente se encontra ao serviço do Santa Clara.

Basta olhar para o histórico recente entre os dois emblemas para perceber que a missão não se avizinha fácil. A contar para o campeonato, o êxito obtido em 2016/17 foi único neste século, período em que o domínio foi claro por parte das águias que ganharam em 14 ocasiões e cederam apenas dois empates em Setúbal (1-1 em 2007/08 e 2009/10).

Antes do êxito de 2017 é preciso recuar a 10 de Maio de 1999 para encontrar o último triunfo do Vitória no campeonato. O espanhol Toñito fez o golo solitário que permitiu à equipa treinada por Carlos Cardoso bater o Benfica. Daí para cá, os vitorianos tiveram poucos motivos para festejar nos duelos com as águias no campeonato.

As melhores recordações que os adeptos setubalenses tiveram com o oponente de amanhã foram alcançados nas taças. Em 2004/05, no Jamor, o 2-1 que impuseram na final valeu a conquista da Taça de Portugal e, em 2007/08, no Bonfim, a equipa venceu, a contar para a Taça da Liga, no Bonfim, 2-1, resultado que afastou o Benfica e foi decisivo para a conquista da primeira edição do troféu, no Algarve, diante do Sporting.

Costinha à beira do jogo 100

A cumprir a sua quarta temporada em Setúbal, Costinha pode, caso seja utilizado com o Benfica, atingir a marca dos 100 jogos na I Liga. O médio, de 26 anos, que não foi a jogo nas duas últimas jornadas do campeonato (triunfos com Feirense e Marítimo), actuou em sete rondas na prova e apontou um golo na vitória (2-0) obtida na ronda inauguram com o Aves.

A pouca utilização de Costinha, que não foi a jogo em quatro das 11 jornadas realizadas até agora e somou apenas 349 minutos nos sete jogos (média inferior a 50 minutos por jogo) em que actuou, contrasta com a utilização que teve desde 2015/16, época em que chegou a Setúbal oriundo do Lusitano Vildemoinhos, do Campeonato de Portugal.

Nas 34 jornadas realizadas pela equipa na I Liga em 2015/16, 2016/17 e 2017/18, o médio dos setubalenses, que termina contrato com o clube em Junho de 2017, participou em 28, 32 e 32, respectivamente, números que comprovam, apesar da evidente perda de influência sob o comando técnico de Lito Vidigal, a influência do jogador desde a sua chegada.

Motards escoltam equipa

O duelo com o Benfica está a gerar uma onda de entusiasmo entre os adeptos vitorianos em Setúbal. Um dos exemplos da mobilização dos adeptos em torno da equipa é dado pelo Moto Clube de Setúbal que, à semelhança do que já fez noutras ocasiões, vai escoltar a equipa desde as margens do Sado, onde o plantel vai chegar na tarde de amanhã depois do mini estágio em Tróia, até ao Estádio do Bonfim.

Na sua página oficial, o Moto Clube de Setúbal informa que os motards se vão agrupar junto à sua sede, na Avenida José Mourinho, pelas 16 horas, saindo em seguida até ao cais dos ferry-boat para em seguida fazerem a escolta até ao estádio, passando dessa forma uma energia positiva aos jogadores.

Bonfim com mais de 10 mil adeptos

Ninguém arrisca um número, mas é quase certo que a lotação do Bonfim, com capacidade para 16.512 espectadores, vai superar a barreira dos 10 mil na partida que vai opor o Vitória ao Benfica. Os bilhetes de 12 euros para a bancada superior sul, com capacidade para 2.500 pessoas, já estão esgotados desde terça-feira.

A bom ritmo estão a ser vendidos os ingressos de 24 (lateral) e 30 euros (central). Segundo apurámos estão já vendidos para não sócios mais de quatro mil ingressos. O bom desempenho dos sadinos também deverá contribuir para mais adeptos vitorianos (muitos deles com bilhetes de época) do que é habitual marcarem presença no estádio.

Comentários

- Pub -