União Mutualista do Montijo volta a erguer-se depois da crise

73
visualizações

2018 revelou-se um ano de desafios para a União Mutualista Nossa Senhora da Conceição. Depois da reestruturação financeira a instituição vê agora o seu orçamento para 2019 aprovado

 

- Pub -

A instituição centenária do Montijo, União Mutualista Nossa Senhora da Conceição, depois de um ano em que enfrentou graves dificuldades financeiras, vê agora o seu Plano de Ação e Orçamento para 2019 aprovado por todos os participantes da última Assembleia Geral.

Um contexto em que, após 146 anos de actividade, a União Mutualista acredita que 2019 “será o ano de viragem que vem estancar uma longa série de exercícios com resultados negativos. Disso mesmo dá conta o Plano e Orçamento que prevê a libertação de cerca de 320 mil euros no final do exercício que agora se perspetiva”.

Reflexão sobre um ano de superações

A União Mutualista Nossa Senhora da Conceição do Montijo reflecte agora sobre 2018 como tendo sido “um ano duro e de grande exigência para a instituição e para todos os que nela trabalham, foi um ano em que se conseguiu, por via da entrada em PER, transformar um passivo de curto prazo superior a dez milhões de euros, que tornava a União Mutualista Nossa Senhora da Conceição do Montijo ingerível, em dívida de longo prazo”. Uma solução que permitiu salvar esta instituição.

A transformação do passivo de curto prazo em dívida a longo prazo, obrigou a uma profunda reestruturação e reorganização interna, nomeadamente, ao nível dos recursos humanos, na renegociação de acordos existentes com diversas entidades e no recurso a outsourcing de alguns serviços. Contudo, a direcção da União Mutualista refere que estas alterações procuram sempre garantir, “por um lado, a sustentabilidade e, por outro, a capacidade e a qualidade dos serviços que a instituição se orgulha de prestar”.

Uma das ações relevantes da União Mutualista, que marcou o ano de 2018, e que permite olhar para o exercício de 2019 com optimismo, foi a cedência de exploração do Centro Clínico da União Mutualista Nossa Senhora da Conceição ao Grupo Mello Saúde. Uma decisão sobre a qual a instituição assume “resultará, numa vantagem para todos os associados, na garantia de continuidade dos serviços prestados pela sua clínica”.

Neste âmbito, o Grupo Mello prevê a construção (ou adaptação) de um novo centro clínico, num investimento significativo de vários milhões de euros, que beneficiará os cerca de 3 600 associados da União Mutualista Nossa Senhora da Conceição do Montijo.

A par da reestruturação da dívida e da cedência da clínica ao Grupo Mello, a União Mutualista decidiu em 2018 preparar a instituição para a Certificação pela Qualidade. Uma opção que está a revolucionar, por inteiro, os processos e serviços de todas as direcções da União Mutualista.

Por tudo isto, o Plano de Ação e Orçamento 2019 foi apelidado como “o plano da esperança” por Pedro Santos, presidente em exercício. “Esperança de permitir encontrar um caminho que, se for seguido com rigor, pode levar a bom porto esta instituição que faz parte integrante da história do Montijo”.

Contexto em que a directora executiva da instituição, Fátima Lobo, também reflectiu sobre um novo caminho que vai exigir a todos os cerca de 240 colaboradores da mutualista do Montijo “um empenho e um esforço redobrados”.

Comentários

- Pub -