Mar de Sines

43
visualizações
AMERICO LOURENÇO
Vigilante no Porto de Sines

Quando ouvimos falar de Sines, ouvimos falar de uma cidade histórica que em apenas quatro décadas mudou de uma pequena vila piscatória, para uma cidade industrial com um porto que não pára no seu movimento diário, com a chegada de um número crescente de navios cuja dimensão e aumento de carga proveniente de vários pontos do globo, tem como resposta ao seu escoamento, o aumento de navios, comboios, camiões, numa plataforma multimodal de transportes, que obriga à interligação entre todos os intervenientes no processo portuário.

- Pub -

Neste mar imenso que nos rodeia, podemos extrair uma enorme quantidade de recursos, utilizando todas as potencialidades que o mesmo nos oferece, sendo que as características desta importante estrutura portuária, situada a meio caminho entre Lisboa e Algarve, mais não é do que a afirmação de que quando o homem sonha, a obra nasce, produzindo frutos visíveis, e onde os obstáculos ultrapassados são o resultado do trabalho de anos.

Quando o Porto de Sines se prepara para celebrar mais uma data histórica, não é apenas a estrutura que está de parabéns, mas os homens e mulheres que em diferentes épocas e diferentes áreas deram e continuam a dar o seu contributo para que a par do aumento da carga que chega e sai de Sines, sejam salvaguardadas as questões de segurança, relativamente aos diferentes tipos de carga e à sua perigosidade, sendo que são diversos os fatores conjugados entre si, que fazem com que a visão dos anos 70 do século passado, continue atual, onde o Porto de Sines, com as diversas valências, é um grande porto nacional, com projeção internacional com uma vocação para o mundo

Comentários

- Pub -