Milhares de euros para apoio à música

27
visualizações

Dois protocolos foram renovados para apoiar o Festival de Saxofones e da Música Alternativa, com o presidente Álvaro Amaro a “dizer com toda convicção e justeza que Palmela é cidade criativa da música”

 

- Pub -

Antes da realização da última sessão de câmara, o presidente Álvaro Amaro assinou protocolos com a Sociedade Humanitária para a realização do Festival de Saxofones a realizar em 2019 e 2021, com um apoio da autarquia em 13 mil euros.

O presidente da colectividade, Tiago Costa, destacou que “o apoio é fundamental para que o Festival continue a crescer” e anunciou que “as próximas edições do evento irão alargar-se a outros locais da vila, para além da Humanitária”.

Para o presidente da Câmara, Álvaro Amaro, “Palmela é com toda a convicção e justeza terra de música” e lembrou a candidatura de Palmela a Cidade Criativa da Música em que “temos a convicção que seja qual for o resultado sabemos que o nosso território tem massa criativa e algumas singularidades em qualquer janela aberta com a Humanitária a apostar em gente da terra”. O edil garante que “nem na terra do homem que deu origem ao saxofone, na Suíça, tem havido tanto destaque e projecção por via deste Festival”.

O segundo protocolo envolveu a continuação de apoio aos Bardoada/AJCOI, para organizar o Festival de Música Alternativa, nos próximos três anos, num montante de 9 mil euros.

Igor Azougado, dirigente das instituições, realçou “o apoio da câmara desde 2013 tem contribuído para que a música alternativa cresça e tenha potencialidades para crescer ainda mais”

Álvaro Amaro esclareceu que “na mesma lógica da criatividade, da socialização e da cultura da pluralidade de expressões artísticas tem trazido muita gente ao Pinhal Novo com bandas de culto e este Festival é uma bandeira do município”.

Por Fátima Brinca 

Comentários

- Pub -