Biscoito dos Descobrimentos recriado por pasteleiros barreirenses

42
visualizações

A 14ª Mostra de Doçaria Tradicional do Barreiro ficou marcada recriação do “Biscoito”, a base alimentar dos marinheiros dos Descobrimentos portugueses, que em tempos era produzida nos fornos de Vale de Zebro

 

- Pub -

 

Foram 24 os doces que passaram pelo crivo do júri na 14ª Mostra de Doçaria Tradicional do Barreiro, realizada a 17 de Novembro no Fórum Barreiro. Um evento promovido pela Câmara Municipal do Barreiro que contou com o apoio da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, a participação da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal e do Fórum Barreiro, enquanto parceiro institucional.

Este ano, a Câmara Municipal lançou o desafio para a recriação do Biscoito, ou “munição de boca”.       Uma especialidade que, na época dos Descobrimentos, era fabricada em Vale de Zebro, no Barreiro e considerada a base alimentar dos marinheiros.

Rui Braga, responsável pelo Gabinete de Inovação, Desenvolvimento Económico e Turismo, salientou a importância em recriar este alimento sobre o qual “todos os barreirenses deveriam ter orgulho nesta época da sua História”.

Os prémios entregues pelo vereador Rui Braga incluíram na categoria Profissional, o 1º e 2º prémio, para a Coffeetaria e o 3º prémio à Padaria e Pastelaria da Vila. Na categoria Amadores, o 1º prémio foi entregue a Vitor Maria, o 2º Prémio a Tânia Rodrigues e o 3º a Cláudia Fernandes. Esta edição incluiu, pela primeira vez, uma categoria extra dedicada à “Recriação do Biscoito”. Entre as oito recriações, o júri deliberou atribuir a Menção Honrosa por Tradição a Paula Garcia e o Prémio Biscoito à Pastelaria Bonanza.

Comentários

- Pub -