Nosso Bairro distinguido com prémio ‘Boas Práticas – Cidades Educadoras’

17
visualizações

O programa Nosso Bairro, Nossa Cidade foi premiado pela Associação Internacional de Cidades Educadoras, que reconhece o intenso trabalho feito em Setúbal, nos maiores bairros de habitação pública municipal

 

- Pub -

As boas práticas impulsionadas pelo programa municipal Nosso Bairro, Nossa Cidade, com acções de melhoria da qualidade de vida no território da Bela Vista, em Setúbal, foram premiadas pela Associação Internacional de Cidades Educadoras.

Uma distinção que “reconhece o intenso trabalho feito nos maiores bairros de habitação pública municipal”, enalteceu Maria das Dores Meira, presidente da Câmara Municipal, na atribuição do prémio, durante o XV Congresso Internacional de Cidades Educadoras.

Um prémio que, no parecer da autarca também reconhece o envolvimento de centenas de pessoas que habitam naqueles bairros setubalenses e quiseram tomar nas próprias mãos o seu destino. Um contexto em que a distinção do Nosso Bairro, Nossa Cidade legitima o potencial educador do programa e simboliza o contributo para a transformação da cidade através da capacitação dos munícipes na construção de uma comunidade com mais qualidade de vida.

Maria das Dores Meira reforçou ainda que, a aposta no programa municipal traduz “uma cidade educadora mais qualificada e mais justa”, local onde “a educação de qualidade não pode, nunca, ser desligada do acesso aos direitos humanos mais básicos, entre os quais se encontra o direito a uma habitação digna”.

O programa municipal envolve residentes, serviços autárquicos e perto de 30 entidades sediadas no território, engloba os bairros da Bela Vista, da Alameda das Palmeiras, do Forte da Bela Vista, das Manteigadas e da Quinta de Santo António. Contudo, o Nosso Bairro, Nossa Cidade estabelece que as acções a realizar devem ser protagonizadas pelos moradores, gerando a participação das pessoas nas decisões que a elas e à sua comunidade dizem respeito, com o objectivo de promover a autonomia, a responsabilidade e o crescimento colectivo.

A Associação Internacional das Cidades Educadoras, fundada em 1994, é uma entidade sem fins lucrativos, com sede em Barcelona, constituída por uma estrutura permanente de colaboração entre os governos comprometidos com a Carta das Cidades Educadoras.

Atualmente fazem parte desta associação 37 países e 497 municípios de todo o mundo, tendo o município de Setúbal aderido em Setembro de 2012.

‘Espaço da Quinta’ é nova aposta do projecto

Ateliers de costura, de artesanato e de culinária são algumas das valências proporcionadas no novo equipamento de usufruto colectivo a Quinta de Santo António. Um espaço criado no âmbito do programa municipal Nosso Bairro, Nossa Cidade, que se assume como um polo de valências culturais e sociais. Resultado de um projeto liderado por moradores da Quinta de Santo António, com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal.

O Espaço da Quinta é aberto à participação de toda a população e encontra-se instalado no rés-do-chão de um imóvel municipal, na Praceta das Amendoeiras.

No início de 2019, através deste novo projecto está ainda previsto o apoio escolar a crianças da Quinta de Santo António, bairro da zona da Bela Vista.

O Nosso Bairro, Nossa Cidade estabelece que as acções a realizar devem ser protagonizadas pelos moradores, gerando a participação das pessoas nas decisões que a elas e à sua comunidade dizem respeito, com o objectivo de promover a autonomia, a responsabilidade e o crescimento colectivo.

Durante a inauguração, a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, elogiou a importância deste espaço comunitário, gerador de novas dinâmicas sociais, enquanto melhoria das condições de vida da comunidade local da Quinta de Santo António.

Comentários

- Pub -