Restauro excepcional do Convento de Jesus na mira da Europa

100
visualizações

As obras de restauro do Convento de Jesus contam com um investimento da autarquia de mais de 4 milhões de euros. Uma obra iniciada por indicação da associação europeia Terra Nostra, que classificou o momento como um dos mais ameaçados da Europa e agora visitou o espaço para apreciar a realização dos trabalhos

 

- Pub -

 

Uma comitiva da associação Europa Nostra visitou o Convento de Jesus para tomar conhecimento sobre o ponto de situação em que encontram as obras de requalificação, uma vez que em 2013 o monumento foi incluído, por esta organização, na lista dos sete mais ameaçados da Europa. Deste modo os membros da comitiva da Europa Nostra constataram o resultado da 1ª, 2ª e 3ª fase de intervenções no Convento de Jesus, que permitiram travar a degradação do imóvel do século XV, classificado como Monumento Nacional desde 1910.

Um investimento que até ao momento representou para a autarquia “a aplicação de mais 4 milhões de euros”, aos quais acrescem, segundo o vereador Carlos Rabaçal, em declarações recentes a O SETUBALENSE-DIÁRIO DA REGIÃO “mais 1,5 milhão de euros para a 4ª fase de obras de requalificação, agora dedicadas à envolvente do convento, com um Largo de Jesus completamente renovado”.

Um esforço da Câmara Municipal de Setúbal, que em 2012 decidiu assumir a liderança das obras, substituindo-se ao Estado. Uma acção que “permitiu restaurar o núcleo museológico e reforçar a estrutura da cobertura do monumento, do Coro Alto da Igreja de Jesus”.

 

Coro Alto e Sala do Capítulo continuam como apostas centrais

 

A comitiva também se inteirou do ponto de situação da segunda fase das obras de restauro, que decorrem no Coro Alto e na Sala do Capítulo, reconhecida historicamente como local onde foi ratificado o Tratado de Tordesilhas, em 1494. As intervenções que aguardam aprovação de candidaturas apresentadas pela autarquia a financiamentos comunitários, também foram avaliadas pela mesma comitiva.

Esta iniciativa contou ainda com a participação do presidente da Associação Portuguesa das Casas Antigas, Hugo O’Neill, proponente da candidatura do Convento de Jesus à Europa Nostra. Uma visita realizada no âmbito do programa das reuniões de Outono do conselho de administração da Terra Nostra, que decorreram na Fundação Calouste Gulbenkian, nos dias 14 e 15.

Comentários

- Pub -