ExpressArte sobe aos palcos de Setúbal como chave para a inclusão

21
visualizações

Centenas de utentes da APPACDM vão promover dezenas de espectáculos, do teatro, à dança, música e pintura, durante o próximo mês

 

- Pub -

Um encontro de expressões artísticas que teve início, no dia 10, com a inauguração da exposição “Cá das Nossos”, uma mostra patente na Casa do Largo – Pousada da Juventude de Setúbal até 3 de Dezembro, apresentou ontem a sua cerimónia oficial de abertura.

Um momento com a apresentação de 8 grupos artísticos, de diferentes expressões, desde o teatro, à música e dança.

Durante a cerimónia de aberturas da XIX edição do Festival ExpressArte, José Salazar, presidente da direcção da APPACDM – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental, ressalvou o facto de “este ano pela primeira vez, o festival ser apresentado no palco mais nobre da cidade, o Fórum Municipal Luísa Todi”. Uma prova, na sua perspectiva “sobre a importância crescente da inclusão que este festival representa para todo o concelho”.

O vereador Pedro Pina destacou que “esta era uma vontade e um compromisso da Câmara Municipal e existia uma grande vontade de ver este compromisso realizado. Por isso é com grande satisfação que vemos hoje o ExpressArte em palco no Fórum Luísa Todi. Um ano em que quisemos criar mais e melhores condições para todos os que participam neste movimento das artes”.

 

“Uma maratona de espectáculos”

 

José Salazar apresentou o próximo mês como “uma maratona de espectáculos, a decorrer em dezenas de lugares, até dia 9 de Dezembro, com o envolvimento de centenas de pessoas que se realizam através da arte”.

Destaque especial para os grupos “Singularidades”, “Espiral”, “Rodança”, “Conversas Estranhas à Mesa”, “Momentos de Talento”, “MOVE-TE”, “Diverte-te e Dança” e “Vozes de Luz”.

Comentários

- Pub -