Inauguração da Avenida Álvaro Cunhal apresenta novo rosto da cidade

239
visualizações

Com um investimento superior a 300 mil euros por parte da autarquia, a requalificação da Avenida Álvaro Cunhal representa agora um espaço diferenciado de mobilidade e arte urbana

 

- Pub -

A requalificação do troço da Avenida Álvaro Cunhal entre a rotunda do Monte Belo e a Rotunda dos Golfinhos foi inaugurada este Sábado, com a presença da presidente da autarquia, Maria das Dores Meira, e de todo o executivo, num momento que a autarca destacou pelo facto de “esta Avenida estar marcada pela homenagem a um dos criadores da democracia portuguesa, Álvaro Cunhal”.

Uma avenida criada em 2013 “e por onde hoje flui grande parte do trânsito da cidade”, comenta Dores Meira. “Mas que, no entanto, não contemplava boas condições para quem circulava a pé e onde o estacionamento abusivo era praticado”. Algo que Dores Meira considera “em nada condizente com o estatuto a imagem que queremos para a nossa cidade”.

Uma obra que representa um investimento superior a 300 mil euros, por parte da Câmara Municipal, para um novo rosto da cidade, numa das suas principais artérias. “A requalificação da Avenida Álvaro Cunhal inclui um projecto que permitirá aos peões uma melhor circulação, através de novas zonas de circulação pedonal, uma nova ciclovia, a requalificação e reperfilamento da rede viária, novos arranjos paisagísticos e reforço da iluminação, assim como melhores acessos para quem tem mobilidade reduzida”, apresenta Dores Meira. A nova face da Avenida Álvaro Cunhal permitirá melhorar, sem dúvida, “as condições de mobilidade entre os moradores do Monte Belo Norte e Monte Belo Sul”.

Para além desta requalificação a faixa central da avenida apresenta agora 5 painéis em madeira com desenhos realizados por Álvaro Cunhal, entre 1951 e 1959, enquanto preso político”.

No decorrer da obra, a Câmara Municipal reuniu, em diferentes momentos, com “grupos de moradores do Monte Belo Norte e Monte Belo Sul, no sentido de discutir as melhores soluções para a população que habita aquela zona da cidade e de que modo as caraterísticas da obra se poderiam adaptar melhor às suas vivências e necessidades do quotidiano”, explica o vereador Carlos Rabaçal, responsável pelo pelouro do Urbanismo.

Uma actividade de proximidade com a população sobre a qual o vereador reforça “tem apresentado resultados muito positivos no que diz respeito ao debate público de ideias”. Até ao final do ano, no contexto de outras obras públicas em concretização, a autarquia tem agendadas “mais 12 reuniões com grupos de moradores de diferentes bairros da cidade”.

 

Obras de Álvaro Cunhal representam espólio único a nível europeu

 

As obras de Álvaro Cunhal selecionadas para instalação na placa central da avenida que ostenta o seu nome desde 2013, em homenagem ao seu percurso político, representam também agora uma homenagem à sua actividade artística, “nem sempre relembrada”, comenta o vereador Carlos Rabaçal.

“Um trabalho extraordinário realizado com técnica de desenho a carvão, durante os anos em que Álvaro Cunhal esteve detido e que, ao nível da arte europeia, representa uma técnica única”.

Através desta técnica, “o autor conseguiu utilizar mais de 50 matizes de cinzento diferentes”, comenta o vereador a título de curiosidade. “Algo que, se considerarmos as condições em que viviam os presos políticos nas suas celas, representa um trabalho de pormenor extraordinário”.

Comentários

- Pub -