Acordo na Autoeuropa mostra que luta não era descabida

111
visualizações

Administração aceitou melhores condições para os trabalhadores. Afinal é possível

A Comissão de Trabalhadores (CT) da VW Autoeuropa revelou, na semana passada, que chegou a um pré-acordo com a administração da empresa e mostrava satisfação por ter conseguido o que considera um “óptimo” acordo, com os domingos pagos a 100%, aumentos de 2,9% nos próximos três anos, e a integração de 300 trabalhadores nos quadros da empresa.
Mesmo que não seja óptimo, este acordo é, de longe, muito melhor para os trabalhadores do que as condições anteriores, que a administração pretendia e até do que as que foram inicialmente aceites pela CT e posteriormente chumbadas pelos trabalhadores.
Este novo acordo mostra que a luta dos trabalhadores vale a pena.
Na altura de maior aperto da contestação, houve muitas duvidas sobre se valeria a pena e sobre as motivações dos trabalhadores e sindicatos e até muitas acusações, de aproveitamento ou manipulação politica e partidária.
Pode ter havido tudo isso, mas uma coisa é hoje clara; afinal havia margem para melhorar as condições dos trabalhadores.
Por muito que sejamos defensores da iniciativa privada, não podemos esquecer que se os trabalhadores não lutarem pelos seus direitos, pouco ou nada se evolui nessa matéria.

Comentários

- Pub -