Funerais das duas jovens vítimas de acidente sem data marcada

0
361
visualizações

Libertação dos corpos pelo Ministério Público ainda está pendente. Cerimónias fúnebres não vão realizar-se amanhã, quarta-feira, como esteve previsto

- Pub -

 

Os funerais das duas jovens de Setúbal que morreram na madrugada de sábado na sequência do despiste de um automóvel que se incendiou no acesso à A12 em Pinhal Novo, concelho de Palmela, não têm ainda data marcada, apurou o DIÁRIO DA REGIÃO.

O Ministério Público (MP) ainda não autorizou a entrega dos corpos às famílias, pelo que as cerimónias fúnebres não vão realizar-se ainda amanhã.

As duas jovens faleceram no sábado e as perícias médico-legais no Instituto de Medicina Legal de Setúbal, só puderam iniciar-se na segunda-feira, tendo chegado a haver expectativas de que, após as autópsias, os funerais pudessem realizar-se esta quarta-feira, dia 01.

No entanto, dadas as circunstâncias específicas da tragédia, em que uma das vítimas ficou carbonizada, o processo está pendente, com o MP a não autorizar, até ao momento, a libertação dos corpos.

As jovens são ambas da cidade de Setúbal. Vanessa Moreira, de 24 anos, residia na Bela Vista, e Adriana Felizardo, de 23, vivia no Viso, junto ao Clube Recreativo da Palhavã.

Quanto aos locais dos funerais, mantém-se o que o DIÁRIO DA REGIÃO noticiou na segunda-feira.

O velório de Vanessa Moreira, que era da Bela Vista, deverá ter lugar na Capela da Ressurreição, na Igreja Nossa Senhora da Conceição, na Tetra, e o de Adriana Felizardo, que residia na Palhavã, será na capela da Igreja da Anunciada.

O trágico acidente aconteceu por volta da três horas da madrugada de sábado, no acesso da Estrada Nacional 252 à autoestrada 12 (A12) em Pinhal Novo. O veículo incendiou-se após o despiste, tendo as duas jovens, que eram as únicas ocupantes do veículo, falecido no local. O carro capotou e uma vítima, de 24 anos, foi projectada para fora, e a outra ficou no interior do veículo.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, o alerta para o acidente foi dado às 03:20, tendo sido mobilizados para o local bombeiros da corporação de Pinhal Novo e uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) de Setúbal, além da GNR, num total de 28 operacionais, apoiados por 10 veículos.

- Pub -

Queremos a sua opinião!