“Feira de Sant’Iago é a festa mais setubalense”, diz Dores Meira

0
137
visualizações

Autarca deu as boas-vindas a uma edição da feira com várias alterações e muitas novidades

 

- Pub -

A Feira de Sant’Iago, em Setúbal, abriu no Sábado à noite, com a presidente da Câmara Municipal a fazer questão de sublinhar que se trata da “festa mais setubalense” do concelho.
“A feira é a melhor e a mais tradicional festa de Setúbal”, afirmou Maria das Dores Meira, acrescentando que “passem os anos que passarem, a feira continuará a ser o que sempre foi” e que algumas diferenças que encontramos são saudades do passado. “São saudadas de nós próprios, do que fomos noutros tempos” disse a autarca, defendendo que “os nossos filhos” também terão, no futuro, saudades e memórias idênticas.
Dores Meira falava perante algumas centenas de pessoas que se juntaram à entrada do certame numa cerimónia simples de abertura oficial da feira. Pouco depois, a noite revelou uma forte afluência de público, deixando antever uma edição candidata a bater recordes de afluência (ver página 10).
A autarca fez assim a ligação entre o passado e o futuro, dizendo que a feira, com os seus quatro séculos de história “continua a consolidar-se e a tudo fazer para, no respeito pela tradição, continuar a ser diferente e a surpreender”. Embora a polémica a localização tenha arrefecido, Dores Meira não deixou de referir que o certame, “onde quer que se realize, será sempre a feira onde os amigos se encontram”.

Novo modelo de organização

Este ano a Feira de Sant’Iago ganhou uma nova abordagem por parte do município, com a Câmara a dedicar uma equipa municipal exclusivamente à organização e a assumir o evento como “prioritário” no calendário de eventos do concelho e como “produto turistico”, inscrito no plano de actividades do Gabinete de Turismo de Setúbal.
Esta alteração explica também, de acordo com Maria das Dores Meira, a opção pela tema desta edição; ‘Os vinhos da Península de Setúbal’ que conseguiu envolver “grande parte” dos produtores da região, com a colaboração da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal (CVRPS), cujo presidente, Henrique Soares, esteve também presente na abertura.
No recinto da feira há também uma nova organização dos diferentes 40 sectores, quase uma “duplicação” de stands de produtos locais, mais divertimentos para as crianças, e várias novidades, como o slide radical ou a roda gigante.

Comentários

- Pub -