Raríssimas recebe apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

53
visualizações

A Raríssimas – Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras vai ter o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa para enfrentar as suas “necessidades mais urgentes e críticas”, anunciou a instituição sediada na Casa dos Marcos, na Moita.

- Pub -

A direcção da Raríssimas “tem activamente desenvolvido esforços no sentido de procurar, junto de organismos públicos e privados, soluções que viabilizem a continuidade e consolidação dos serviços” que presta, afirmou a entidade em comunicado.

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa é parceira da Raríssimas e já prestou a ajuda no passado. A sua decisão de atribuir um apoio financeiro à associação é, segundo a direcção da Raríssimas, “o reconhecimento da importância do trabalho desenvolvido junto das pessoas com doenças raras e respectivas famílias”.

Estão também a decorrer conversações entre a Raríssimas e a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa para o estudo de possíveis formas de cooperação entre as duas entidades, acrescenta o mesmo documento.

Após o escândalo que levou à destituição da antiga presidente, Paula Brito da Costa, que foi constituída arguida, a nova responsável da Raríssimas, Margarida Laygue, que tomou posse em Fevereiro, já tinha apelado, em conferência de imprensa, a ajuda dos portugueses, principalmente dos mecenas, para salvar a instituição.

Comentários

- Pub -