Ministro garante que Sesimbra vai integrar área de influência do hospital do Seixal

0
80
visualizações

Sesimbra vai integrar a área de influência do novo hospital do Seixal. A garantia foi hoje dada pelo ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, ao presidente da Câmara Municipal de Sesimbra, Francisco Jesus, durante uma reunião que contou ainda com a participação do Conselho Directivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

- Pub -

Em discussão esteve a adenda ao acordo do hospital do Seixal, conhecida na última semana (conforme noticiado pelo DIÁRIO DA REGIÃO na edição desta segunda-feira), que apontava para a saída do município de Sesimbra da área de influência directa deste equipamento hospitalar. Segundo a Câmara Municipal de Sesimbra, o ministro “comprometeu-se com a autarquia de que os utentes de Sesimbra terão pleno direito em integrar o novo hospital do Seixal”.

“Perante os argumentos apresentados pelo presidente da Câmara Municipal, que fez um historial detalhado deste processo e dos serviços de saúde no concelho, o ministro da Saúde confirmou o pleno direito dos utentes do município de Sesimbra integrarem a área de influência da nova estrutura hospitalar”, revela a autarquia, em nota de Imprensa enviada ao DIÁRIO DA REGIÃO.

“Não obstante a possibilidade actual do Sistema de Livre Circulação de Utentes ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), o ministro garantiu que durante esta fase irá, em conjunto com a autarquia, reavaliar e reorganizar os actuais moldes do Agrupamento de Centros de Saúde da Arrábida, de forma a que, ou se garanta que os Centros de Saúde de Sesimbra possam estar referenciados para o novo Centro Hospital Garcia de Orta, onde se inclui o Hospital de Proximidade do Seixal, ou se garanta uma alteração aos actuais Agrupamentos dos Centros de Saúde, garantindo que a população fique servida da melhor forma, em termos de resposta, dando inclusive indicações à Administração Regional de Saúde para iniciar este processo”, adianta o município na mesma nota.

Centros de Saúde de Sesimbra e Quinta do Conde discutidos

Durante a reunião, Francisco Jesus levantou igualmente a questão do novo Centro de Saúde de Sesimbra, cujo projecto está praticamente concluído. O presidente da Câmara sublinhou que a autarquia “está a envidar todos os esforços para que o concurso público possa ser lançado até ao final de 2018” e, ao mesmo tempo, abordou também “a situação do Centro de Saúde da Quinta do Conde”.

Sobre esta último ponto, avança a autarquia, foi estabelecido “um compromisso com a ARSLVT de se iniciar um estudo e programa funcional para que se possa avançar rapidamente para a solução de uma nova unidade de saúde na Quinta do Conde”, no sentido de dar resposta “a uma necessidade urgente da população” da referida freguesia. A Câmara Municipal “manifestou total disponibilidade em colaborar”.

- Pub -

Queremos a sua opinião!