Moscatel de Setúbal supera tudo e todos em Itália

103
visualizações

Municípios dos vinhos da Península de Setúbal foram os mais premiados a concurso. Região trouxe um total de 45 medalhas, cinco Grande Ouro, 32 de Ouro e oito de Prata

O Malo Moscatel de Setúbal 5 Anos, 2013, foi o vinho mais pontuado na 17.ª edição do prestigiado concurso internacional La Selezione del Sindaco, em Itália, que decorreu entre 31 de Maio e 3 de Junho. Além da classificação deste vinho, a região de Setúbal distinguiu-se a elevado nível, conquistando um total de 45 medalhas no certame, com os municípios de Palmela e Montijo em evidência. A região da Península de Setúbal acabou por ser a mais premiada entre todos municípios portugueses a concurso.

- Pub -

Palmela e Montijo foram os municípios que arrecadaram maior número de medalhas – 22 e 21 medalhas, respectivamente – nesta edição de 2018 do certame. Do total de 45 medalhas arrebatadas pelos vinhos da Península de Setúbal cinco foram Grande Ouro, 32 de Ouro e oito de Prata.

Além do Malo Moscatel de Setúbal 5 Anos, foram galardoados com a medalha Grande Ouro o vinho Xavier Santana Moscatel de Setúbal, a Adega de Palmela Moscatel de Setúbal 10 Anos, o néctar Vinhas de Pegões Colheita Seleccionada Tinto (da Cooperativa Agrícola de Pegões) e a Casa Ermelinda Freitas Moscatel de Setúbal Superior.

A Cooperativa Agrícola de Pegões e a Casa Ermelinda Freitas foram quem arrecadou mais medalhas entre os premiados da Península de Setúbal.
Realizado na Enoteca Regional de Canelli, um município situado na região do Piemonte, no norte de Itália, o concurso La Selezione del Sindaco avaliou a qualidade de 1300 vinhos de diferentes países. Portugal participou com 211 vinhos e mais de metade destes vinhos (111) foram premiados.

A competição contou com a participação de 84 comissários internacionais oriundos da China, França, Coreia do Sul, Portugal, Espanha, Alemanha, entre outros, que puderam avaliar vinhos utilizando o novo sistema de avaliação via tablet, desenvolvido pela Associazione Città del Vino, entidade que promove o certame, com o patrocínio da Organização Internacional da Vinha e do Vinho. Esta é a única competição de vinhos internacional que prevê a participação conjunta do produtor e do município de proveniência das produções.

Comentários

- Pub -