Cais Palafítico da Carrasqueira vai ser reabilitado

0
144
visualizações

Madeiras das estacas e do passadiço vão ser renovadas. Obra-prima da arquitectura popular, que é já ponto turístico único, vai ser valorizada

 

- Pub -

O Cais Palafítico da Carrasqueira, no concelho de Alcácer do Sal, vai ser reabilitado pela Câmara Municipal, revelou a autarquia na reunião de ontem do executivo municipal.

A obra, que não tem ainda data prevista, foi incluída nos projectos a reforçar pela primeira revisão do Orçamento Municipal para este ano, aprovada ontem, com 90 mil euros.

O presidente da Câmara, Vítor Proença, explicou que a reabilitação prevista passa pela renovação das madeiras que compõem a estrutura tradicional do cais de pesca.

A decisão de avançar com este investimento na Carrasqueira foi saudada também pela oposição.

Congratulamos-nos”, disse Clarisse Campos (PS), destacando esta medida como um dos pontos “bastante positivos” da alteração orçamental, embora os três vereadores socialistas tenham optado pela abstenção na votação da revisão do orçamento, por considerarem que se trata de um documento “do executivo” CDU.

A eleita do PS sublinhou, no entanto, a concordância com a reabilitação do Cais Palafítico da Carrasqueira, considerando que o se trata de um bem “único na Europa e imagem de marca do concelho”.

O Cais Palafitico da Carrasqueira é um dos locais mais visitados do concelho de Alcácer do Sal e considerado um obra-prima da arquitectura popular. Trata-se de um cais de pesca completamente construido em madeira, com um passadiço completamente assente em estacas, construido na décadas de 50 e 60, e que ainda hoje os pescadores usam como acesso às suas embarcações num braço do rio Sado.

A revisão orçamental, aprovada pela maioria CDU, destinou-se, sobretudo, segundo Vitor Proença (CDU) a incorporar 1,6 milhões de saldo do ano passado e a reforçar o Plano Plurianual de Investimentos (PPI) com 338 mil euros que vão beneficiar, além do cais, a aquisição e reparação de máquinas e viaturas municipais (100 mil euros), e aquisição de outros equipamentos para os serviços (60 mil euros).

As Actividades Mais Relevantes (AMR) ficam também reforçadas com mais 195 mil euros, com 65 mil euros destinados à área social e 63 mil para iniciativas no âmbito das feiras deste ano no concelho.

Comentários

- Pub -