Casa Ermelinda Freitas ganha 27 medalhas em dois concursos internacionais

50
visualizações

Destacou-se em Itália e nos Estados Unidos da América. Foi eleita Adega do Ano no “New York International Wine Competition 2018”.

- Pub -

Em apenas uma semana, a Casa Ermelinda Freitas conquistou um total de 27 medalhas em dois dos mais prestigiados concursos de vinhos do mundo: em Itália, no certame “La Selezione del Sindaco 2018”, e no “New York International Wine Competition 2018”, nos Estados Unidos. Além da soma de uma dupla medalha de ouro, uma grande medalha de ouro, 14 de ouro, oito de prata e três de bronze, a Casa Ermelinda Freitas foi ainda distinguida como Adega do Ano no evento americano.

Deste total de premiações nas duas competições, a empresa realça a Dupla Medalha de Ouro par atribuída ao nectar Casa Ermelinda Freitas Moscatel Roxo de Setúbal Superior 2010, bem como “a distinção nos prémios individuais internacionais como Adega do Ano de Vinho Fortificado e Adega do ano de D.O Setúbal”, obtidos no “New York International Wine Competition 2018”.

Quanto à participação no certame italiano “La Selezione Del Sindaco 2018”, destaca a conquista da “Grande Medalha de Ouro, atribuída ao Casa Ermelinda Freitas Moscatel de Setúbal Superior 2007, a medalha de ouro para o famoso Casa Ermelinda Freitas Syrah Reserva 2016”, bem como as medalhas de ouro conquistadas com Vinha da Valentina e Vinha do Torrão, novas marcas da Casa Ermelinda Freitas, que apresentam “perfil mais moderno e de qualidade elevada, que se encontram à venda em toda a grande moderna distribuição a preços convidativos”.

Para a empresa, estes recentes sucessos configuram “mais do que um reconhecimento”, assumindo-se como “um reforço da notoriedade e qualidade da marca Casa Ermelinda Freitas a nível nacional e internacional”.

Início de ano excelente

Este tem sido um início de 2018 excelente para a Casa Ermelinda Freitas, que no arranque deste mesmo ano festejou a distinção do CEF Espumante Bruto pela Deco Proteste como “Melhor do Teste” e “Escolha Acertada” e tendo ficado na 29. ª posição do Top 100 Adegas Mundial do ranking da World Association of Writers and Journalists of Wines & Spirits.

De resto, num balanço às premiações alcançadas desde o início do ano de 2018 até ao momento, a Casa Ermelinda Freitas conquistou já, com os seus vinhos, um total superior a 70 medalhas.

Desde 1999 a Casa Ermelinda Freitas já obteve mais de mil prémios a nível nacional e internacional, prémios esses que servem para reforçar a qualidade que a Casa Ermelinda Freitas procura sempre que faz um vinho, de modo a poder premiar todos os seus amigos e consumidores com os melhores néctares aos melhores preços.

Município saúda resultados obtidos em Londres

Outra prestação notável da Casa Ermelinda Freitas teve lugar no Decanter World Wine Awards 2018, em Londres, o que levou a Câmara Municipal de Palmela a aprovar, por unanimidade, na reunião pública do passado dia 6, uma saudação a destacar a empresa.

“Mais de 275 especialistas internacionais em vinho reuniram-se em Londres para a maior competição mundial de vinhos – Decanter World Wine Awards 2018 -, que contou com a participação de 61 países. O Moscatel de Setúbal Superior da Casa Ermelinda Freitas venceu mais uma medalha de ouro – de cor âmbar dourado, concentrado, rico e muito complexo, com aromas a lembrar mel e casca de laranja bem conjugado com a madeira – num total de nove medalhas arrecadadas neste concurso”, assinalou a autarquia, saudando “o reconhecimento alcançado internacionalmente” pela Casa Ermelinda Freitas.

Comentários

- Pub -