Câmara de Setúbal inicia compra de edifício da EDP por 2,6 milhões

0
183
visualizações

Municipio aprovou abertura de concurso público para contrato de leasing. Imóvel de grande volumetria, na Estrada dos Ciprestes, vai concentrar serviços municipais dispersos pela cidade

- Pub -

 

A Câmara Municipal de Setúbal iniciou o processo para adquirir o edifício EDP, com a aprovação, na ultima reunião do executivo municipal, esta quarta-feira, da abertura do concurso público para a contratação do leasing imobiliário, no valor de 2,6 milhões de euros.

O edifício EDP, um imóvel de grande volumetria, localizado junto ao Colégio de Santa Ana, na zona da ligação da Avenida da Portela com a Estrada dos Ciprestes, é descrito pelo município como estando em “excelente estado de conservação” e possuindo “uma posição geográfica privilegiada no que concerne às acessibilidades e a estacionamento”.

Segundo a proposta aprovada pela Câmara, a aquisição é de “interesse municipal” e deverá ter também vantagens para os munícipes, por via da concentração dos serviços municipais num único local.

A autarquia diz ter intenção de transferir para este novo imóvel os serviços municipais que se encontram dispersos por vários edifícios espalhados pela cidade, o que provoca “constrangimentos de diversa ordem”, como “dificuldades de articulação entre os próprios serviços” e “acima de tudo, enormes transtornos para todos os munícipes”.

A Câmara Municipal afirma que a compra do edifício EDP, que será feita através de leasing imobiliário, a contratar com uma entidade bancária, tem o objectivo de aumentar a eficácia e eficiência dos serviços do município e reduzir custos inerentes à dispersão actual pela cidade.

De acordo com a autarquia, o processo de compra inicia-se agora que “se encontram reunidas as condições”.

O edifício foi utilizado pela EDP, desde 1990 e durante muitos anos, com serviços locais da empresa, incluindo balão de atendimento ao público.  Era o local onde muitos setubalenses pagavam a factura de electricidade.

- Pub -

Queremos saber a sua opinião.