Idoso morre no Monte da Pedra quando realizava queimada

0
59
visualizações

Um homem, de 75 anos, morreu no último sábado quando realizava uma queimada num monte no concelho de Alcácer do Sal, alegadamente por inalação de monóxido de carbono, revelou o Comando Territorial de Setúbal da GNR.

- Pub -

Fonte deste comando territorial, contactada pela agência Lusa, explicou que a ocorrência, no Monte da Pedra, no concelho de Alcácer do Sal, foi comunicada às autoridades, por volta das 20:30, através de “um telefonema via 112”.

“O homem morreu no decurso de uma queimada. Aparentemente, terá perdido os sentidos, por inalação de monóxido de carbono”, e acabou por morrer, disse.

Segundo a fonte, as autoridades suspeitam que a vítima poderá ter “caído em cima do fogo”, visto que apresentava “a cara queimada”, mas as causas da morte só vão ser apuradas mediante autópsia.

“O Ministério Público mandou recolher o corpo” e transportá-lo para os serviços de Medicina Legal do Hospital do Litoral Alentejano (HLA), no concelho de Santiago do Cacém, “para a realização de autópsia”, assinalou a GNR.

Contactado pela Lusa acerca desta ocorrência, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal limitou-se a confirmar que os bombeiros foram mobilizados para o Monte da Pedra, às 20:44, e que encontraram “uma vítima mortal com queimaduras”, sem revelar outras informações.

Um total de seis operacionais, incluindo bombeiros, GNR e Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), foram mobilizados para a ocorrência, apoiados por três viaturas, uma delas a viatura médica de emergência e reanimação do HLA.

Lusa

- Pub -

Queremos a sua opinião!