AUTOEUROPA: Pagamento de trabalho aos domingos vai estar em discussão

0
67
visualizações

A Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa convocou reuniões plenárias para o próximo dia 5 de Junho com o objectivo de discutir a proposta da empresa de pagamento do trabalho aos domingos como trabalho normal acrescido de uma folga adicional.

- Pub -

Em causa está a remuneração do trabalho aos domingos a partir de Agosto, quando entrar em vigor o novo horário de laboração contínua, com um total de 19 turnos por semana – três turnos diários de segunda a sexta-feira e dois turnos ao sábado e ao domingo. Cada trabalhador irá cumprir cinco dias de trabalho por semana, sendo que o trabalho aos sábados será pago com um acréscimo de 100%.

Segundo revelou à agência Lusa o novo coordenador da Comissão de Trabalhadores, Fausto Dionísio, que substituiu o demissionário Fernando Gonçalves, “a empresa, com a implementação do novo horário de laboração contínua a partir de Agosto, pretende manter o pagamento do trabalho ao sábado com um acréscimo de 100%, mas propõe-se pagar os domingos como trabalho normal, oferecendo uma folga adicional por mês como compensação”.

O responsável admitiu que a Comissão de Trabalhadores deverá apresentar algumas propostas para tentar ultrapassar o diferendo com a administração, as quais se escusou a revelar, assegurando, porém, que aquele órgão representativo dos trabalhadores não irá apresentar qualquer proposta de greve, ao contrário do apelo já feito pelo Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Ambiente do Sul (SITESUL).

“Entendemos que a administração tem condições para dar uma compensação maior do que aquela que se propõe pagar. E, como há um pré-aviso de greve emitido para dia 9 de Junho, devido à manifestação da CGTP, num comunicado que distribuímos na segunda-feira na Autoeuropa, apelamos aos trabalhadores para manifestarem o seu descontentamento aderindo a esse pré-aviso de greve”, disse à agência Lusa Eduardo Florindo, coordenador do SITESUL.

A partir de Agosto, a fábrica de Palmela prevê produzir 750 veículos por dia, de segunda a sexta-feira, e cerca de 500, aos sábados e domingos.

DIÁRIO DA REGIÃO com Lusa

- Pub -

Queremos saber a sua opinião.