PSP do Barreiro vai ter nova esquadra dentro de um ano

73
visualizações

A Câmara Municipal do Barreiro assinou esta quarta-feira, com a empresa adjudicatária, o auto de consignação da obra do Café Barreiro para a instalação da nova esquadra da PSP. A obra, que terá um investimento de cerca de 750 mil euros, deverá estar pronta no espaço de um ano.

- Pub -

A iniciativa, que decorreu nos Paços do Concelho, contou com a presença do Ministro da Administração Interna (MAI), Eduardo Cabrita, que afirmou que a nova esquadra da PSP se insere na estratégia de melhorias das instalações das forças de segurança e da imagem de segurança do país.

“Trata-se de uma obra muito importante para o Barreiro, mas também para a estratégia de segurança do MAI. A segurança é essencial para a qualidade de vida e para a confiança das pessoas, que permite que Portugal seja um destino de turismo e de investimento”, referiu o Ministro.

“Esta esquadra, que é importante para uma política de policiamento de proximidade, estará no centro da zona histórica do Barreiro e permite reforçar aquilo que é uma prioridade nacional: a imagem de segurança do país, da região e também deste concelho”, acrescentou.

Eduardo Cabrita salientou, ainda, a importância da articulação com as autarquias, valorizando a decisão da Câmara Municipal do Barreiro em assumir a execução da obra, assumindo, por seu lado, o Governo, o investimento de cerca de 750 mil euros.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal, Frederico Rosa, destacou a importância da construção da nova esquadra e referiu que este processo requereu vários passos até à sua concretização, envolvendo dois executivos municipais e dois governos.

“É um dia importante para nós, porque, além de representar a construção de uma nova esquadra, representa a recuperação de um património lindíssimo”, referiu o autarca, acrescentando que esta obra “terá um papel decisivo na reabilitação do Barreiro velho, revitalizando uma zona que está carente de policiamento de proximidade”.

A nova esquadra da PSP, que terá capacidade para um efectivo de cerca de 70 elementos, será instalada no antigo Café do Barreiro, um edifício com uma área global de cerca de 700 metros quadrados, distribuídos por três pisos, que foi construído no final do século XIX e que foi adquirido há cerca de 15 anos pela autarquia.

Na assinatura, além de elementos das forças de segurança, estiveram presentes os vereadores da autarquia, João Pintassilgo, Sofia Martins, Sara Ferreira, Rui Braga e Bruno Vitorino, e a presidente da União das Freguesias do Barreiro e Lavradio, Gabriela Guerreiro.

Comentários

- Pub -