Alcácer e Grândola vão ter gabinete de apoio aos migrantes da Comporta e Carvalhal

0
74
visualizações

Cada vez são mais os trabalhadores estrangeiros nestas localidades. Centro de Apoio vai ser criado por associação do Torrão, com apoio dos dois municípios

 

- Pub -

Alcácer do Sal e Grândola vão ter um Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM), que será criado pela Associação de Desenvolvimento do Torrão (ADT), com o apoio dos dois municípios.

A participação de Alcácer do Sal é formalizada através de um protocolo, a celebrar com a associação, que foi aprovado esta quinta-feira (24), por unanimidade, na reunião pública do executivo municipal.

O protocolo prevê que o município apoie financeiramente a ADT, uma vez que a candidatura a apresentar tem comparticipação de apenas 75% do investimento. Alcácer do Sal vai atribuir um subsidio de 4.500 euros este ano e nos dois anos seguintes, esse valor será sensivelmente o dobro.

Tanto a CDU como o PS mostraram preocupação com o número crescente de migrantes na região, sobretudo nas freguesias da Comporta e do Carvalhal, que fazem parte destes dois municípios.

O gabinete a criar, segundo o presidente da Câmara, Vítor Proença (CDU), deverá ficar localizado em Alcácer do Sal.

O vereador Nuno pestana (CDU) explicou que o CLAIM vai ser dotado de recursos e meios humanos, designadamente dois técnicos e uma viatura, para conseguir contactar com os migrantes no terreno. Entre as intervenções de apoio a estas familias de estrangeiros está, por exemplo, a integração das crianças no sistema de ensino, para que tenham acesso à educação.

Por parte do PS, Clarisse Campo, considerou também tratar-se de um “projecto muito importante dado o elevado número de migrantes” já existente no concelho.

Este será o segundo CLAIM a servir o Litoral Alentejano, depois do gabinete que já está a funcionar em Odemira.

- Pub -

Queremos a sua opinião!