Onda de furtos e vandalismo a viaturas assola cidade do Montijo

0
359
visualizações

No último fim-de-semana foram feitas mais três participações na esquadra. No espaço de um mês, a PSP registou mais de 20 queixas e efectuou seis detenções

- Pub -

Uma onda de furtos e vandalismo a viaturas tem vindo a assolar a cidade do Montijo nos últimos tempos. Relatos de vidros partidos e pinturas riscadas em veículos automóveis têm-se sucedido, com a Polícia de Segurança Pública (PSP) a registar um número superior a 20 participações apresentadas na esquadra local entre 23 de Abril e o dia de ontem.

No último fim-de-semana, ao que o DIÁRIO DA REGIÃO apurou junto de fonte do Comando Distrital de Setúbal da PSP, foram apresentadas “três queixas de furto a interior de viaturas”, mas o número não reflecte a totalidade dos casos registados na cidade montijense. Houve, neste período, pelo menos, um outro caso idêntico em que a vítima optou por não apresentar queixa, apesar de se ter deparado com um vidro lateral traseiro da viatura partido e vários riscos na pintura do veículo, sabe o DIÁRIO DA REGIÃO.

As ocorrências, porém, começaram a registar-se muito antes. Só no espaço de uma semana, entre 23 e 28 de Abril, foram registadas 18 participações de furtos a viaturas na esquadra da PSP no Montijo, conforme confirmou a mesma fonte do Comando Distrital de Setúbal ao DIÁRIO DA REGIÃO.

Este número de ocorrências motivou a PSP local a montar uma operação de vigilância que, de acordo com a mesma fonte, viria a culminar com a detenção de “um grupo de quatro indivíduos”, em flagrante delito, no próprio dia 28 de Abril. Considerado suspeito logo após ter sido avistado, o grupo – com idades compreendidas entre os 16 e os 23 anos – foi “seguido” por agentes da autoridade que acabaram por efectuar a detenção “junto à Avenida Luís de Camões”, quando os indivíduos “forçaram a porta” de uma viatura e “um deles já se introduzia” no interior da mesma.

Mais tarde, na madrugada de 10 de Maio, a PSP do Montijo voltou a apanhar dois outros indivíduos, com idades entre os 20 e os 25 anos, que foram detectados a furtar em flagrante uma viatura. A detenção obrigou a uma perseguição apeada pelas ruas da cidade montijense, como o DIÁRIO DA REGIÃO noticiou oportunamente, sendo que a dupla foi apanhada ainda na posse de vários produtos furtados do interior do veículo. Um destes dois elementos encontrava-se também em situação ilegal em Portugal.

Este fim-de-semana, a onda de furtos e vandalismo voltou a fazer, pelo menos, mais quatro vítimas.

Comentários

- Pub -