Polícias acabam no hospital depois de agredidos por grupo que participava em festa familiar

269
visualizações

Dois agentes e um dos detidos tiveram de receber assistência hospitalar. Foi necessária a intervenção de um reforço de efectivo no local. E tudo por causa do barulho provocado na sequência de uma festa familiar.

- Pub -

Dois agentes da PSP tiveram de receber tratamento hospitalar depois de terem sido alvo de agressões por parte de um grupo de cinco indivíduos, no Barreiro. Passavam cinco minutos das seis da manhã de quarta-feira, quando o grupo, com idades compreendidas entre os 16 e os 43 anos, acabou detido por resistência e coacção. Um dos detidos também necessitou de assistência hospitalar. E tudo por causa do barulho provocado na sequência de uma festa familiar.

“Após denúncia por excesso de ruído em habitação, devido a uma festa familiar que ali ocorria, uma patrulha da PSP deslocou-se ao local, informando os envolvidos que cessassem com o mesmo por estarem a incomodar a vizinhança. Sem que nada fizesse prever, um dos indivíduos saiu da residência, dirigindo-se na direcção dos agentes, com ameaças e injúrias, tentando atingir um dos elementos com um pontapé”, explica a PSP em comunicado.

Segundo a força policial, após ser afastado, o indivíduo “danificou a viatura policial” e acabou por ser imobilizado. “Seguidamente, saíram mais cinco indivíduos da residência, perfazendo um total de oito indivíduos, que, com recurso a violência física, rodearam e agrediram os elementos policiais, provocando-lhes ferimentos, bem como danos no fardamento e equipamento policial”, relata a polícia. As agressões aos agentes de autoridade “apenas cessaram após chegada de reforço de efectivo de forma a salvaguardar a integridade física dos polícias”.

De acordo com a PSP, todos os detidos recolheram aos quartos de detenção até serem presentes em Tribunal, tendo-lhes sido aplicada como medida de coacção “apenas Termo de Identidade e Residência”.

Comentários

- Pub -