SAD do Cova da Piedade em ruptura com presidente do clube

0
132
visualizações

Porta-voz da SAD, que representa chinês proprietário de 90%, admite que não há diálogo com Paulo Veiga. Pelo meio há queixas de agressões físicas

- Pub -

O porta-voz da SAD que detém 90 por cento do capital social do Cova da Piedade, Ji Yi, admitiu este domingo (13) à agência Lusa que existe uma rotura no diálogo com o presidente reeleito do clube, Paulo Veiga

“Neste momento não temos condições para dialogarmos com o senhor Paulo Veiga”, afirmou Ji Yi, que também negou perentoriamente uma alegada tentativa de agressão a Paulo Veiga durante uma reunião realizada recentemente.

“O Paulo Veiga atirou-se nitidamente para o chão quando me aproximei dele. Parecia um avançado a simular uma grande penalidade e a atirar-se para o relvado. Foi um gesto inacreditável”, revelou Ji Yi, o qual, além de membro da SAD, assume igualmente o papel de tradutor junto do presidente e administrador chinês Kuong Chong Long.

Ji Yi admitiu que a SAD ainda deve ao clube o pagamento de três meses, mas que as situações de débito têm existido desde 2016, ano em que foi constituída a SAD. “Mas temos regularizado sempre a situação”, adiantou.

O porta-voz da SAD do Cova da Piedade ressalvou ainda que Kuong Chong Long não alimenta qualquer sentido de animosidade contra a direção do clube piedense, revelando também que “Kuong Chong Long já concluiu o seu processo de naturalização e é cidadão português”.

Lusa

Comentários

- Pub -