Maratona de águas abertas junta elite da natação e está garantida em Setúbal até 2021

0
96
visualizações

Evento contará com uma novidade: o Open Challenge FINA/HOSA Marathon Swim World Series 2018, de carácter popular

- Pub -

O estuário do rio Sado, em Setúbal, acolhe a 9 de Junho a terceira etapa do circuito mundial de águas abertas, que reunirá a elite da modalidade, incluindo os actuais campeões olímpicos, e que ficará marcada pelo número recorde de atletas inscritos e um novo evento popular. Mais de uma centena de nadadores estão confirmados na prova integrada na 15.ª edição dos Jogos do Sado.

“Setúbal volta a receber a elite mundial de águas abertas. E apresentamos como cenário natural uma das mais belas baías do mundo, situada entre a serra da Arrábida e o rio Sado. Trata-se de uma aposta a longo prazo da nossa autarquia”, destacou Maria das Dores Meira, presidente da edilidade setubalense, durante a apresentação oficial do evento a bordo da embarcação Maravilha do Sado, que ainda contou com a presença de outros responsáveis da autarquia e da Federação Portuguesa de Natação.

“A cidade de Setúbal e os seus autarcas têm revelado um grande empenho em continuar a receber e organizar este evento, que está garantido até 2021”, revelou a autarca, que admitiu existir “muita pressão de outras autarquias nacionais para acolher o evento”.

“A realização desta prova evidencia a aposta municipal no desenvolvimento do desporto no concelho, em particular nas actividades no rio e na serra”, vincou, para recordar que, a par das etapas da Taça do Mundo, Setúbal recebeu duas provas de qualificação das águas abertas para os Jogos Olímpicos.

Sobre esta matéria, o presidente da Federação Portuguesa de Natação, António José Silva, revelou que estão a ser encetados esforços para “trazer a Setúbal, em 2020, a prova de qualificação de natação em águas abertas para os Jogos Olímpicos de Tóquio”. Para já, há um candidato, a cidade norte-americana de Miami.

Avaliação da equipa nacional

O presidente da Federação Portuguesa de Natação, António José Silva, apontou uma novidade deste ano, o facto de a etapa setubalense do Open Challenge FINA/HOSA Marathon Swim World Series 2018, de carácter popular, servir de “momento de avaliação da equipa nacional” para o Campeonato da Europa de Juniores, em Malta, de 13 a 15 de Julho, e para o Europeu Absoluto, em Glasgow, Escócia, de 8 a 12 de agosto.

“Esta é uma prova que pretende aumentar a participação desportiva e popular nas provas de águas abertas em todo o mundo”, reforçou Maria das Dores Meira, sobre este evento que se realiza igualmente a partir do Parque Urbano de Albarquel, já com 150 inscritos.

O Open Challenge é composto por três competições abertas ao público, uma com 200 metros, com início às 09h30, outra com 600 metros, às 10h00, ambas para atletas até aos 10 anos, e uma outra com 1660 metros, correspondente a uma milha náutica, às 11h00, para nadadores com mais de 14 anos.

Em relação à terceira etapa do circuito mundial de águas abertas, entre os inscritos de maior reputação mundial contam-se os holandeses Ferry Weertman e Sharon van Rouwendaal, campeões olímpicos no Rio de Janeiro em 2016 e vencedores da primeira etapa da Taça do Mundo, que decorreu em Doha.

Além destes, realce para as presenças do italiano Simone Ruffin, campeão do circuito mundial em 2017, do húngaro Kristof Razovszky, vencedor da etapa de 2017 em Setúbal, da italiana Rachelle Bruni, medalha de prata nos Jogos do Rio de Janeiro de 2016 e vencedora em Setúbal 2017, e da equatoriana Samantha Arevalo, vice-campeã mundial em 2017.

Entre a elite portuguesa, destaque para a participação de Angélica André, nadadora do Fluvial Portuense que é campeã de Portugal e 5.ª do ‘ranking’ europeu, e de Rafael Gil, campeão nacional, que nadará em Setúbal como individual.

- Pub -

Queremos a sua opinião!