Projecto Erasmus sobre animais ajuda 39 alunos de Alcochete

0
86
visualizações

Programa com duração de três anos lectivos arrancou em Setembro. Iniciativa dirigida ao ensino básico decorre no Agrupamento de Escolas de Alcochete. Abrange duas turmas de jovens com dificuldades de aprendizagem

- Pub -

Os animais, os mitos e a natureza servem de temática a um projecto Erasmus, com a duração de três anos lectivos, que se encontra a decorrer desde Setembro último no Agrupamento de Escolas de Alcochete, abrangendo um total de 39 alunos de duas turmas do 7.º ano com características muito particulares. “As duas turmas são reduzidas por terem alunos com muitas dificuldades de aprendizagem e lutamos diariamente para que estes alunos tenham sucesso”, diz a professora Ana Martins, coordenadora do projecto no agrupamento de Alcochete.

O “Erasmus+Animals E+A (Noah)” é coordenado por uma escola francesa, de Saint Jean de Luz, zona sul do país gaulês, e apresenta vários objectivos, ao trabalhar a temática dos animais nas várias disciplinas, “abrangendo todos os domínios e as oito competências-chave propostas pela União Europeia”.

Promover a aquisição de aptidões e de competências transversais, nomeadamente as competências da literacia da leitura, da informação, digital, dos media, científica e numérica; ajudar as escolas a lutar contra o abandono escolar e os problemas que os alunos mais desfavorecidos enfrentam; e utilizar práticas abertas e inovadoras, num verdadeiro projecto interdisciplinar que dará um sentido prático aos saberes e às aprendizagens – são metas definidas. Tal como o “abrir a escola sobre o meio ambiente local e internacional, para permitir as trocas e a difusão de boas práticas”.

Visita à Reserva do Estuário do Tejo, às Salinas do Samouco, observação e fotografia, filmes curtos das aves e outros animais, e pesquisa em grupo trabalhando a literacia da informação são algumas tarefas que os alunos devem executar. Como ainda a apresentação da pesquisa, o desenho do animal que representa a região – no caso de Alcochete foi adoptado o Flamingo – a pensar na participação no primeiro encontro, no âmbito do projecto, a realizar em Dezembro.

Até lá, os jovens vão ainda poder efectuar o desenho do brasão do projecto e beneficiar de diversas leituras, desde textos populares, fábulas, contos de autor, passando por notícias, reportagens, poesia, até às lendas e mitos (casos do mito da Europa e do mito de Noé), além de assistirem à visualização de documentários sobre o ambiente e de poderem também elaborar banda desenhada a partir de contos tradicionais.

Comentários

- Pub -