Alcácer regista crescimento turístico de 146% em apenas dois meses

63
visualizações

Mais de oito centenas participaram em visitas guiadas entre Março e Abril. O concelho do litoral alentejano recebeu 835 turistas neste período, que compara com os 340 que registou em 2017. Vítor Proença fala em aposta ‘estruturada’ e ‘diferente’

- Pub -

Alcácer do Sal teve um crescimento turístico de 146 por cento entre Março e Abril deste ano, comparativamente com o período homólogo de 2017, anunciou a Câmara Municipal. Nos dois meses referidos, o concelho do litoral alentejano recebeu “835 turistas em visitas guiadas”, quando no mesmo período do ano anterior, registou apenas “340 visitantes em circuitos turísticos acompanhados”.

“Os números, que cresceram além da sua duplicação, reportam-se à concretização de 13 visitas guiadas a grupos compostos por 50 a cem participantes”, explica a autarquia em nota de Imprensa.

Para Vítor Proença, presidente da Câmara de Alcácer do Sal, este é o reflexo de uma aposta “estruturada” e “diferente” realizada na área do turismo.

“A promoção turística tem vindo a ser estruturada de forma diferente, com o intuito de trazer mais pessoas a Alcácer do Sal que fiquem a conhecer as nossas potencialidades e as transmitam através do melhor meio de difusão conhecido: o passa-palavra”, realça o autarca, citado na mesma nota.

Segundo a autarquia, os circuitos acompanhados pelas técnicas do Sector de Turismo da Câmara abrangeram um pouco de todo o concelho, incidindo principalmente nas visitas a monumentos, como a Igreja de Santiago, o Santuário do Senhor dos Mártires e a Cripta Arqueológica, bem como em passagens pelo cais palafítico da Carrasqueira, a aldeia da Comporta, a aldeia de Santa Susana e a vila do Torrão.

“No final das visitas, o principal ‘feedback’ dos turistas tem sido o facto de Alcácer do Sal ser uma surpresa constante e que, embora o território esteja tão perto de Lisboa, não imaginavam que o concelho tivesse um património e história tão ricos”, revela a edilidade. “Outros factores que revelaram como mais surpreendentes foram os produtos típicos que adquiririam como recordação para levar consigo, como mel, vinho, pinhão, azeite, doces regionais e arroz.”

No geral, acrescenta a autarquia, os visitantes “mostraram-se surpreendidos por toda a vida terem parado em Alcácer do Sal a caminho de qualquer outro destino e nunca terem realmente conhecido a terra, tão fértil em história e patrimónios edificado, cultural, religioso e gastronómico”.

Este mês de Maio, “vai ser prolífero nestes circuitos turísticos acompanhados”, adianta o município, justificando que, para já, estão “agendadas nove visitas guiadas” no do Scetor de Turismo da Câmara Municipal.

Comentários

- Pub -