Ciclismo – 16.ª Clássica de Escolas de Roriz

24
visualizações

Irmãs Isidoro, do Barreiro, estiveram em grande plano

- Pub -

Realizou-se, na localidade de Roriz – Barcelos, a ‘16.ª Clássica de Escolas de Ciclismo de Roriz’, também apelidada como a “Roubaix Portuguesa”. O Clube de Ciclismo D`Helvetia, do Barreiro, a par de muitas equipas de ciclismo da zona norte do País e também provenientes da vizinha Galiza, esteve presente com as atletas Raquel Isidoro que viria a ficar posicionada no segundo posto do seu escalão de benjamins, deixando novamente uma marca interessante com a sua excelente prestação.
Já para a prova de infantis, adivinhava-se uma corrida muito dura, com 80% da prova a correr-se em calçada e com rampas de inclinação acentuada. A favorita á vitória da prova, a atleta Ana Santos, da equipa da Maia-Formação (a antiga estrutura profissional da Maia agora ligada apenas ao ciclismo de escolas), atacou cedo todas as suas adversárias nos segmentos de subida, planos e de descida deixando apenas a atleta do Barreiro, Daniela Isidoro, na sua roda, que soube explorar muito bem o desgaste da adversária no decorrer dos quilómetros. No entanto, a meio da volta final Daniela Isidoro contra atacou na zona mais inclinada de todas as subidas e chegaria à meta com 19 segundos de vantagem, o que lhe viria a dar a vitória final e ainda o oitavo lugar para a classificação mista de masculinos e femininos. Vencer em Roriz em termos nacionais é claramente uma recompensa para o trabalho desenvolvido a nível de treino, tecnicamente e também taticamente, pois o nível de dificuldade apresentado é elevado não deixando margens para outros pontos.

Comentários

- Pub -