Bombeiros do Pinhal ano comemoram 67 anos com casa cheia [fotos]

0
83
visualizações

Reconhecimento da comunidade ficou expresso com presença de centenas de pessoas e elogios de entidades oficiais. Cerimónia incluiu assinatura de contrato para ampliação do quartel

- Pub -

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os Bombeiros Voluntários do Pinhal Novo celebraram o 67.º aniversário esta terça-feira (01) com uma cerimónia que demonstrou o reconhecimento da vila e do concelho para com a corporação.

Centenas de pessoas e diversas entidades oficiais assistiram à sessão solene em que prestaram juramento sete novos bombeiros, foram distinguidos vários operacionais e entregues medalhas aos sócios com 50 e 25 anos de casa.

A assinatura do contrato entre a Associação Humanitária dos Bombeiros de Pinhal Novo (AHBVPN) e a empresa que vai fazer as obras de ampliação e requalificação do quartel foi um dos momentos do programa.

O papel da Câmara de Palmela no apoio à corporação foi destacado e até elogiado pela generalidade dos representantes de entidades presentes, como a Federação de Bombeiros do Distrito de Setúbal, a Liga dos Bombeiros Portugueses e a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC).

O presidente da autarquia disse que “estar com os bombeiros, na acção e no planeamento” é “não apenas uma honra, mas um dever” e acrescentou que o Município de Palmela tem “estado ao lado das corporações” do concelho “de forma empenhada e pioneira”.

Álvaro Amaro recordou o trabalho da autarquia para “sensibilizar” o Governo no processo de candidatura a fundos comunitários para as obras no quartel e assegurou que se as verbas do programa não tivessem sido reforçadas, a Câmara Municipal estava disponível para aumentar a comparticipação de 15% que vai pagar.

O autarca sublinhou a importância que o concelho atribui às três associações de bombeiros destacando o vasto programa de comemorações que o município dedica ao Dia Municipal do Bombeiro, que decorrem durante quase todo este mês (de 08 a 27).

A presidente da Assembleia Municipal, Ana Teresa Vicente, louvou igualmente os bombeiros e referiu o 1.º de Maio para assinalar a importância da luta das mulheres pela igualdade de género.

O presidente da Junta de Freguesia do Pinhal Novo, Manuel Largarto, reconheceu os bombeiros locais como 2uma das mais prestigiadas e acarinhadas instituições” da vila.

O presidente da direcção da AHBVPN reivindicou mais atenção dos poderes públicos. “É hora do Estado e das câmaras municipais se responsabilizarem pela subsistência das corporações de bombeiros”, disse José Calado.

Já Luis Neto, comandante da corporação, recordou os bombeiros do Pinhal Novo “desde o piquete da Sociedade Filarmónica União Agrícola (SFUA) até hoje, evoluíram muito”, e deu nota da falta de meios que a corporação continua a viver.

Segundo o resposnavel do comando, a corporação vai para a guerra dos incêndios “com fisgas”, uma vez que a única viatura de combate a fogos florestais de que dispõe tem “mais de 18 anos”.

NOVOS BOMBEIROS. Sete operacionais prestaram juramento, depois de terem concluído a formação. Não tem ainda é o equipamento individual, como foi recordado.

MEDALHAS DA LIGA. Vários bombeiros receberam medalhas de assiduidade (5,10,15 e 20 anos), de 25 anos de dedicação. O chefe Joaquim leitão recebeu as insígnias do quadro de honra.

  

ASSOCIADOS DISTINGUIDOS. Os sócios com 50 e 25 anos de membros da AHBVPN receberam medalhas.

CRACHÁS DE OURO. Esta distinção da Liga de Bombeiros foi entregue à chefe Manuela Oliveira, pioneira como bombeira há quase 39 anos; ao chefe Jorge Carvalho, da fanfarra, e ao antigo comandante Fernando Pestana, que passou pelas corporações de Pinhal Novo (até 2008) e Sesimbra.

- Pub -

Queremos a sua opinião!