Governo autoriza permuta com o município da Moita para construção do novo posto da GNR

182
visualizações

Ministério da Administração Interna anuncia também o lançamento do projecto de execução do novo posto da GNR que vai ser construído na Urbanização ‘Mãe D’Água’

O Ministério da Administração Interna (MAI) anunciou na sexta-feira (20) que foi autorizado o processo de permuta do antigo quartel dos Bombeiros Voluntários da Moita, propriedade do Estado, com um terreno municipal, onde será instalado o novo posto da GNR.
O novo posto da GNR da Moita deverá ser construído num terreno de 8.447 metros quadrados, na Urbanização `Mãe D’Água´ sul, que a Câmara Municipal Moita irá ceder ao MAI no âmbito da referida permuta com o antigo quartel dos bombeiros.
Segundo revelou à agência Lusa fonte do MAI, “encontram-se reunidas as condições, por parte da Administração Interna, para dar início ao lançamento do projeto de execução, cujos procedimentos já se encontram prontos”.
No passado mês de março, o MAI deu por concluído o emparedamento dos vãos inferiores e a reparação de rebocos em muros exteriores do antigo quartel dos bombeiros, para minimizar a degradação do imóvel, devido a situações de intrusão e atos de vandalismo.
O antigo quartel dos Bombeiros Voluntários da Moita tinha sido adquirido pelo MAI, em 2009, com o objetivo de ali instalar o futuro posto da GNR, o que nunca se concretizou.
Os militares da GNR da Moita continuam instalados num edifício cedido pela Câmara Municipal, mas que não reúne as condições necessárias para o funcionamento normal da corporação.
A agência Lusa tentou ouvir o presidente da Câmara da Moita, mas não foi possível.
Já a deputada municipal do PS, e deputada no Parlamento eleita por setúbal, Eurídice pereira diz que o anúncio feito pelo MAI na sexta-feira é “uma boa noticia para a Moita”.
“É um passo muito importante num processo que leva uns anos significativos”, disse a socialista ao DIÁRIO DA REGIÃO, recordando que a permuta “levou seis anos a ficar concluída”.
“O processo começou a ser falado no último governo socialista [quando Eurídice Pereira era Governadora Civil de Setúbal], e que e a intenção era construir o novo quartel da GNR e ajudar os Bombeiros da Moita a pagarem o seu novo quartel mas na anterior legislatura nada avançou”, afirmou.
Eurídice Pereira sublinha a acção de reivindicação levada a cabo pelos deputados do PS ao longo dos últimos anos para que este acordo fosse possível, embora reconheça que “não foi um exclusivo dos deputados do PS” e que houve “outras forças politicas que também falaram no assunto”.
O PS espera agora, diz a responsável, que o município “seja célere” na adopção dos procedimentos ainda necessários à conclusão da permuta, designadamente a aceitação por parte da Assembleia Municipal.

Comentários

- Pub -