Transtejo vai ver a sua frota reforçada com 10 novos navios até 2022

0
93
visualizações

O ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, revelou que irá ser lançado, até ao final do Verão, um concurso para a aquisição de 10 novos navios para reforço da frota da Transtejo.

- Pub -

A aquisição dos novos barcos, que deverão estar todos disponíveis até 2022,representa um investimento de 50 milhões de euros, dos quais 15 vão ser financiados com fundos comunitários.

O governante apresentou uma calendarização da aquisição destes navios, perspectivando quatro para 2020, três para 2021 e outros três em 2022.

O ministro sublinhou também que sendo 10 navios iguais “facilita imenso as artes de navegar, sendo as pessoas formadas para aqueles navios, e também para actividades de manutenção”.

Esta decisão teve em conta a “elevada idade dos navios” existentes, sobretudo os que operam pela empresa Transtejo, afirmou, destacando que o facto de, em 2017, o número de passageiros da Transtejo e da Soflusa ter crescido cerca de 4,5%.

Relativamente a intervenções, João Matos Fernandes deu ainda conta ao Parlamento de que, durante este ano, serão intervencionados cinco navios da Transtejo e seis da Soflusa, processos que garantiu estarem “em curso e programados” e que serão feitos dentro do tempo.

A Soflusa faz a ligação entre o Barreiro e Lisboa, enquanto a Transtejo é a empresa responsável pelas ligações do Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão à capital.

Nos últimos meses, ambas as empresas enfrentaram vários problemas devido à falta de barcos e a avarias sucessivas nos que estão operacionais.

- Pub -

Queremos saber a sua opinião.