Secretário de Estado visitou os principais passivos ambientais do Seixal

0
66
visualizações

O Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, a convite da Câmara Municipal do Seixal esteve, no dia 28 de Março, em vários locais identificados com passivos ambientais e que necessitam de intervenção de recuperação no concelho.

- Pub -

A visita, segundo a autarquia, surgiu na sequência de um conjunto de várias reivindicações do município com vista ao desenvolvimento de acções de requalificação ambiental e à urgente eliminação dos passivos ambientais históricos existentes na cidade.

“Durante a manhã foi visitada a área envolvente da Siderurgia Nacional, onde se constatou a necessidade urgente de descontaminação dos solos e de resolução dos problemas de qualidade do ar e ruído provenientes da actividade industrial desta empresa”, admitiu a autarquia do Seixal.

Joaquim Santos, presidente da Câmara Municipal, referiu, acerca da visita, que “ a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR – LVT) vai avaliar a possibilidade de instalar mais uma estação de medição de qualidade do ar e vai informar a população para dar conta do que foi feito e do que há a fazer para melhorar esta situação”.

Por seu lado, o Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, afirmou que com a instalação desta nova estação “podemos tranquilizar aqueles que vivem nas imediações da Siderurgia Nacional”.

Foram ainda visitados antigos areeiros onde durante muitos anos foram depositados hidrocarbonetos, terrenos contaminados da antiga SPEL – Sociedade Portuguesa de Explosivos, na freguesia de Corroios, e ainda o Poço do Talaminho, na freguesia de Amora.

“Sobre estes locais foi-nos transmitido que existe uma possibilidade de financiamento por fundos Europeus para desenvolver estudos que depois possam originar acções de recuperação destes passivos”, referiu Joaquim Santos.

Em forma de balanço desta visita, Carlos Martins afirmou estar “muito interessado na resolução dos problemas ambientais e muito satisfeito com este trabalho conjunto com o município do Seixal, onde as relações têm sido muito positivas, tendo como objectivo ultrapassar os problemas ambientais existentes”.

Por sua vez Joaquim Santos referiu que “foi muito importante a visita do Secretário do Estado, bem como de responsáveis da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e da CCDR – LVT porque assim tiveram oportunidade de constatar os problemas existentes e pudemos definir uma estratégia para a resolução dos mesmos”.

Além de Joaquim Santos e Carlos Martins, participaram na visita o vereador do pelouro do Ambiente, Serviços Urbanos, Energia e Espaço Público, Joaquim Tavares, técnicos da autarquia, da APA, da Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI) e da CCDR – LVT.

- Pub -

Queremos saber a sua opinião.