Setúbal foi o distrito do País com mais vítimas mortais nas estradas neste primeiro trimestre

0
112
visualizações

Segundo a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, morreram nas estradas da região 21 pessoas, mais oito do que nos distritos de Lisboa e Porto

- Pub -

Setúbal foi o distrito do País onde se registou maior número de vítimas mortais nas estradas no primeiro trimestre deste ano. De acordo com os dados revelados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), desde o início do ano e até 31 de Março último, morreram 21 pessoas nas estradas do distrito sadino, na sequência de acidentes rodoviários.

Apesar de ter registado mais vítimas mortais, Setúbal foi o quinto distrito do País com mais acidentes registados no mesmo período (2558), ficando atrás de Lisboa (6584), Porto (5978), Aveiro (2783) e Braga (2763 acidentes).

Em termos globais, morreram nas estradas portuguesas 113 pessoas, mais 15 do que no período homólogo, mostram os dados publicados na página da ANSR na Internet, que dá também conta de 31 mil e 916 acidentes neste primeiro trimestre: mais 1683 do que no período homólogo. Registaram-se ainda 373 feridos graves (menos 59 comparativamente com igual período do ano transacto) e 9.041 feridos leves (mais 173).

Atrás de Setúbal, no que toca a vítimas mortais, vêm os distritos de Lisboa e Porto, ambos com 13. Já o distrito de Portalegre foi o único que não registou qualquer morte em acidente rodoviário.

Os dados da ANSR indicam ainda que no último ano (entre 1 de Abril de 2017 e 31 de Março de 2018) os acidentes rodoviários provocaram 525 mortos, mais 92 do que no período homólogo, e 2126 feridos graves (mais 49). Os números da ANSR dizem respeito às vítimas mortais cujo óbito foi declarado no local do acidente ou a caminho do hospital.

DIÁRIO DA REGIÃO com Lusa

- Pub -

Queremos saber a sua opinião.