PSD de Setúbal exige contratação de mais veterinários municipais

0
95
visualizações

Partido está preocupado com embarque de animais no Porto de Setúbal e reuniu com DGAV. Pedro Antunes diz que município deve contribuir para o bem-estar animal

 

- Pub -

O PSD de Setúbal exige a contratação de mais médicos veterinários pela Câmara Municipal de Setúbal, fez saber a concelhia do partido em comunicado enviado ao DIÁRIO DA REGIÃO, que tem acompanhado as notícias sobre o embarque de animais no Porto de Setúbal “com grande preocupação”

“Sabendo que a Câmara Municipal de Setúbal conta no seu quadro com dois médicos veterinários municipais, os quais vêm o seu vencimento ser comparticipado em 40% pela DGAV, têm o dever de, nos termos da legislação vigente, colaborar com o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural (MAFDR), na área do respectivo município, em todas as acções levadas a efeito nos domínios da saúde e bem-estar animal, o PSD não entende a inércia dos respectivos serviços municipais relativamente a esta questão, bem como o silêncio do executivo, pois não podemos deixar de lembrar que os médicos veterinários municipais dependem, hierárquica e disciplinarmente, do presidente da câmara da respectiva área da sua intervenção.”, defende o partido.

O deputado municipal Pedro Vietas Antunes liderou uma delegação do PSD de Setúbal, que reuniu com a Subdirectora Geral da Direcção Geral de Alimentação e Veterinária 8DGAV), Graça Mariano, e sustenta que “com a crescente transferência de competências da DGAV para os municípios, trazendo responsabilidades acrescidas a este corpo médico, torna-se necessário o reforço do seu quadro, através de abertura de procedimento concursal, com o objectivo de dotar esta autarquia de mais meios humanos necessários ao acompanhamento aos novos desafios que lhe são postos”.

Os portos de Setúbal e de Sines têm sido utilizados, desde 2015, para o embarque de milhares de animais, ovinos e bovinos, para Israel. Este transporte é contestado pela Plataforma Anti-Transporte de Animais Vivos (PATAV) que denuncia o que diz serem violações da legislação nacional e comunitária.

Na semana passada foram embarcados mais 11 mil animais, sobretudo ovelhas. Navio Uranos L saiu do Porto de Setúbal com seis mil cabeças e o navio Julia LS, embarcou cinco mil em Sines.

- Pub -

Queremos saber a sua opinião.