ARGUS – Associação de Defesa dos Direitos dos Animais

0
70
visualizações

“Argus” é o nome do cão de Ulisses, o herói mitológico que vence a guerra de Tróia e que regressa a casa depois de vinte anos. O seu aspeto transformara-se de tal modo, que Ulisses não foi reconhecido pelo seu criado, nem pela sua mulher e pelo seu filho. Apenas “Argus”, o seu cão que esperara o seu regresso todos os dias, o reconhece.
“Argus” simboliza, assim, os fortes laços de amizade que ligam, tantas vezes, os animais e os homens.
Entendemos que, a defesa de direitos dos animais e, em particular, dos chamados ‘animais de companhia’ constitui um elemento necessário ao desenvolvimento de uma sociedade humanista, equilibrada e moralmente responsável.
A Associação Argus é a materialização da “Ferramenta” que permitirá fazer isso mesmo.
Sendo o projeto de todos os que gostam de animais e acima de tudo de todos os que acreditam na defesa dos seus direitos a uma vida condigna, a amar e serem amados!
Não é um projeto contra ninguém!
Um projeto construtivo, positivo na procura de soluções em parceria com as associações congéneres, veterinários e autoridades.
É, acima de tudo um projeto de todos e para todos!
Sem, cores, credos ou partidos.
Os nossos primeiros objectivos passam por:
• Defender o bem-estar animal, sensibilizando a sociedade para o combate a maus tratos, negligência e abandono;
• Desenvolver campanhas de sensibilização e informação;
• Desenvolver actividades pedagógicas no âmbito dos direitos dos animais, orientadas para as crianças e jovens que frequentam as escolas do Concelho do Montijo;
• Promover actividades de adoção responsável, recolha de alimentos, angariação de fundos, etc.
• Realizar protocolos com entidades públicas e privadas com o objetivo de colaborar na resolução de problemas específicos, identificados no nosso concelho.
Para os atingirmos é preciso, em primeiro lugar, sermos uma associação conhecida, ampla e capaz de intervir no terreno.
Para isso, temos de nos dar a conhecer e de juntar o maior número de sócios.
Muitos somos poucos!
É preciso, também, que as entidades públicas nos vejam como aquilo que somos: uma organização que existe com o propósito máximo de ajudar a resolver os problemas do nosso concelho, tais como:
– a colaboração com o Canil Municipal, promovendo a melhoria das suas condições físicas; organizando campanhas de adoção dos animais e escalonando trabalho voluntário nas instalações e passeios com os cães;
– a colaboração com a Câmara Municipal, as Juntas de Freguesia e as Clínicas Veterinárias locais, para o desenvolvimento, de forma sistemática de campanhas de identificação e esterilização ao nível das colónias de gatos que tanto pululam a nossa cidade e o nosso Concelho.
Cada vez mais os animais de companhia ocupam um lugar fundamental no real equilíbrio da nossa sociedade.
Se não somos capazes de dar condições e tratar condignamente os nossos “amigos” como será que tratamos o próximo?
Acreditamos que a qualidade de vida do nosso concelho, quanto melhor for para os nossos os animais, muito melhor será para todos.

- Pub -

Queremos a sua opinião!