Socialistas elegem dirigentes distritais e lançam estratégia para futuro da região

87
visualizações

António Mendes, presidente da Federação, aponta aos projectos do Arco Ribeirinho, ao futuro aeroporto para o Montijo e à ligação ferroviária de Sines a Espanha

- Pub -

Os socialistas do distrito de Setúbal elegeram, no passado sábado, os órgãos que dirigem a Federação Distrital do partido para os próximos dois anos, no 18.º congresso federativo que decorreu na Escola Superior de Tecnologia do Barreiro. Os congressistas elegeram, por voto secreto, a Comissão Política Distrital, encabeçada por Nuno Canta, por 81,7% dos votos, a Comissão Federativa de Jurisdição, liderada por Fernando José, por 86,7% da votação, e a Comissão Federativa de Fiscalização Económica e Financeira, presidida por Luís Catarino Costa (84,5%).

Aprovada por unanimidade e aclamação foi a moção de orientação política ‘Ciclo com Futuro’ – apresentada por José Barão, no início, e Ricardo Mourinho Félix, nas conclusões – cujo primeiro subscritor é António Mendes, recentemente reeleito presidente da Federação Distrital de Setúbal.

“Este foi um congresso em que mostrou força e unidade no distrito de Setúbal. Temos como prioridade afirmar a importância do projecto Europeu para os cidadãos e por isso vamos lançar uma campanha pró Europa em todos os concelhos do distrito, a partir do próximo dia 9 de Maio, dia da Europa”, anunciou António Mendes, que se regozijou com a forma como decorreram os trabalhos.

O líder da estrutura distrital apontou ainda os objectivos socialistas para a região. “Continuaremos a trabalhar pelo progresso e desenvolvimento do distrito, e deste congresso saiu uma mensagem muito forte de apoio ao desenvolvimento dos projectos do Arco Ribeirinho, aeroporto do Montijo e ligação ferroviária de Sines a Espanha”, lembrou.

Durante o congresso foram apresentadas ainda oito moções sectoriais. “Compromisso pela Igualdade”, que tem por primeira subscritora Ana Santos, foi aprovada por maioria com um voto contra; “A reversão das uniões de freguesia e a reorganização territorial”, tendo como primeiro subscritor Hélder Montinho, foi aprovada por maioria com duas abstenções e dois votos contra; “Mobilidade Metropolitana”, de Pedro Gomes, foi aprovada por unanimidade; “O Barreiro e a região de Setúbal exigem outra dinâmica na gestão dos Parques Empresariais da Baía Tejo”, cujo primeiro subscritor é João Pintassilgo, foi aprovada por unanimidade.

Ainda por unanimidade foram aprovadas as restantes quatro moções sectoriais apresentadas pela Federação de Setúbal da JS: “PREVPAP”, por Tomás Santos, “Potenciar os jovens – Melhorar a democracia – O Programa Jovem Autarca”, de Débora Rodrigues; “A agenda que falta cumprir nesta legislatura”, de André Macedo e “Conselhos Municipais da Juventude”, de Bárbara Dias.

Comissão de Honra unânime

Além dos períodos de debate da moção estratégica e das moções sectoriais, foi realizada uma homenagem ao fundador do PS, Mário Soares, e inaugurada uma exposição subordinada ao tema “O PS no distrito de Setúbal”.

A sessão de abertura contou com as intervenções do presidente da comissão política do concelho anfitrião, André Pinotes Batista, de um representante da Comissão de Honra, Alberto Antunes, e do presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Frederico Rosa. A sessão de encerramento contou com a participação do dirigente nacional, Porfírio Silva, e de António Mendes. Ana Catarina Mendes, secretária geral Adjunta do PS, também marcou presença com uma intervenção política no encerramento dos trabalhos.

A Comissão de Honra do congresso foi aprovada por unanimidade e é composta por antigos presidentes da Federação e actuais presidentes de Câmara do PS, nomeadamente Alberto Antunes, Ana Catarina Mendes, António Gonelha, António Valente, Fernando Pinto, Frederico Rosa, Inês de Medeiros, Joel Hasse Ferreira, José Reis, Madalena Alves Pereira, Maria Amélia Antunes, Nuno Mascarenhas, Nuno Canta e Vítor Ramalho.

A organização do congresso no Barreiro – concelho reconquistado pelos socialistas nas últimas autárquicas – esteve a cargo de uma comissão presidida por Carlos Pires, com apoio da Comissão Política Concelhia do Barreiro, representada pelo seu presidente André Pinotes Batista.

Comentários

- Pub -