Município ajuda paróquia a criar museu de arte sacra na Igreja de Santiago

0
84
visualizações

Subsidio municipal, de 15 mil euros, vai servir para qualificar o espaço onde ficará instalado o núcleo museológico

- Pub -

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Município de Alcácer do Sal vai ajudar a paróquia local a criar um núcleo museológico de arte sacra na Igreja de Santiago, tendo aprovado um apoio financeiro, de 15 mil euros, para o arranque dos trabalhos de qualificação do espaço.

A atribuição do subsidio, solicitado pelo pároco, foi aprovada por unanimidade, ontem, em reunião pública da Câmara Municipal, com os eleitos a elogiarem a criação do museu.

A proposta suscitou, no entanto, algumas duvidas aos vereadores do PS, que ainda pediram o adiamento do tema para que a fundamentação sobre a intervenção a apoiar pela autarquia pudesse ser aprofundada.

O pedido de adiamento da proposta foi feito por Clarisse Campos, dizendo que “a questão não é apenas concorda-se ou não, é termos mais informação que suporte a nossa decisão”.

O vice-presidente da Câmara, Manuel Vítor Jesus (CDU), que dirigiu a reunião em substituição do presidente Vítor Proença – que se encontra em Brasília, no Brasil, a representar a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) no Fórum Mundial da Água – defendeu que não havia necessidade de ser retirada a proposta. Tanto Vítor Jesus como Ana Luísa Soares (CDU) sublinharam que a autarquia vai acompanhar o processo de criação do museu e a aplicação da verba concedida e Nuno Pestana (CDU) explicou que o apoio de 15 mil euros servirá para a “qualificação do espaço” onde vai ser instalado o núcleo de arte sacra.

Os vereadores socialistas votaram também favoravelmente e repetiram que se trata de “um projecto de valor para a cidade e que é por isso que pedimos mais informação”.

Manuel Vítor Jesus concordou em fazer chegar à oposição a informação de que a Câmara dispõe sobre o plano da paróquia.

- Pub -

Queremos saber a sua opinião.